Oração da Manhã
A+ / A-

Domingo, 12 de agosto de 2018

D. Francisco Senra Coelho


Oração da Manhã - 12/08/2018
Oração da Manhã - 12/08/2018

Neste domingo o Evangelista S. João mostra-nos como era incompreensível para os Judeus que um homem tivesse a pretensão de manifestar Deus em si. Para eles, Javé, vive no seu trono inacessível no céu, a sua majestade e a sua força manifestam-se por meio de fenómenos grandiosos como relâmpagos, trovoes e terramotos, ou então pelas obras de reis famosos. É assim a manifestação de Deus nas grandes teofanias do êxodo e nos grandes momentos da revelação a Moisés. Não podiam conceber que Deus se manifestasse na humildade frágil do filho do carpinteiro. Também muitos de nos Senhor pensamos de maneira semelhante, concebemos-Te como um Deus longínquo, poderoso, castigador dos malvados e que premeias os justos. Necessitamos Senhor de descobrir o teu rosto, de Te ver naqueles que sofrem, de te perceber na Cruz, de compreender como Tu te fazes um de nós. Precisámos de parar, junto á manjedoura de Belém e no Gólgota ver-Te no meio de dois condenados. Precisamos Senhor de olhar mais para ti, de olhar melhor para ti, para te sabermos ver na nossa vida. Descobrirmos-Te em nós e ler-Te naqueles que precisam de nós que se cruzam com o seu olhar e esperam a cada um de nós a solidaria fraternidade. Ajuda-nos Senhor a saber encontra-Te.
Bom dia!

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.