O Mundo em Três Dimensões
Números que contam histórias. De segunda a sexta às 05h40, 14h30 e 21h10 com reposição ao fim-de-semana.
A+ / A-
Arquivo
O Mundo em Três Dimensões - Baterias smartphones - 17/07/2018
O Mundo em Três Dimensões - Baterias smartphones - 17/07/2018
O Mundo em Três Dimensões

Um café por mês dá para carregar o telemóvel

17 jul, 2018 • André Rodrigues , Paulo Teixeira (sonorização)


Dois telemóveis e um tablet ligados à corrente consomem, no máximo, 60 cêntimos por mês na fatura da luz.

Vá lá, reconheça... já não consegue viver sem o seu telemóvel.

Porque já não consegue viver sem a parafernália de aplicações. Nem todas úteis, é certo. Mas se não tem aquela aplicação do momento e torna-se uma espécie de extraterrestre numa sociedade conectada nos aparelhos das telas de toque.

E é claro que para que tudo isto funcione é preciso energia. Porque, caso contrário, fica com um aparelho bonito da mais alta tecnologia, mas que não lhe servirá de muito.

Quanto tempo demora a carregar o seu tablet ou telemóvel? E mais importante, até: a forma como carrega estes aparelhos é benéfica para a saúde da bateria? É um componente pequeno... 9 cm por 6,5 cm.

Mas sem ela apenas, o quê que faz? Nada.

Por isso, aceite estes conselhos para não chegar a meio do dia e ficar de cabelos em pé por não ter como reanimar a sua máquina: não deixe o telemóvel a carregar toda a noite, porque as baterias de iões de lítio não precisam de ser totalmente carregadas. Nem sequer é bom fazê-lo. E tente não usar o telefone quando está à carga. Caso contrário vai demorar o dobro do tempo.

E agora que o verão está mesmo aí tenha cuidado com o calor: as baterias expostas a 40 graus têm uma perda que pode ir até aos 65% da sua capacidade. É isso que acontece quando carregamos nas powerbank ou quando ligamos os smartphone às portas USB.

Não deixar acabar a carga da bateria do seu smartphone. Longe vai o tempo em que a bateria fica viciada se não descarregar completamente. Era verdade para as baterias de níquel. É desaconselhável nas baterias de lítio. O ideal é ter andar ali entre os 30 e os 80%.

Agora, quanto é que custa carregar o telemóvel? Quanto pesa um carregamento na fatura que paga ao fim do mês?

O jornalista Pedro Andersson, especialista em dicas de poupança, fez a conta a dois telemóveis e um tablet.

0.085 kWh. Se multiplicarmos esse consumo por 20 cêntimos, que é o valor com IVA do kWh que pagamos em média na fatura da luz, isso não chega a dois cêntimos por dia.

Ora tendo em conta que, às tantas, não carrega todos os dias, isso poderá dar menos de 50 cêntimos por mês. Ou, no máximo, cerca de 60 cêntimos.

Uma chávena de café. Talvez menos um bocadinho.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • tretas e tretas
    17 jul, 2018 xcxcxcxcxc 11:36
    Um assunto da treta!