O Mundo em Três Dimensões
Números que contam histórias. De segunda a sexta às 05h40, 14h30 e 21h10 com reposição ao fim-de-semana.
A+ / A-
Arquivo
O Mundo em Três Dimensões - Impressão de casas 3D - 05/07/2018
O Mundo em Três Dimensões - Impressão de casas 3D - 05/07/2018

Tem 10 mil euros e uma impressora 3D? Então, pode fazer uma casa em 24 horas

05 jul, 2018 • André Rodrigues José Luís Moreira (Sonorização)


A impressão de casas é um fenómeno crescente. Uma empresa russa concebeu um processo que permite construir uma casa em 24 horas.

Tem 10 mil euros e uma impressora 3D? Então pode construir a sua própria casa em 24 horas.

A impressão de casas é um fenómeno crescente. Na Rússia, por exemplo, uma empresa concebeu um processo de construção que só necessita de uma pequena grua para movimentar máquinas e os materiais, uma zona de impressão de 132 m², dois trabalhadores e uma tomada de eletricidade.

O resultado é uma casa com cerca de 40 m² em apenas 24 horas e por apenas 10.134 dólares (os tais 10.000 euros).

A impressora 3D consome apenas oito kW por hora e é 100% amiga do ambiente. Mas há ainda as licenças, as canalizações, etc. Às tantas o preço vai-lhe disparar.

Outra questão prende-se com os 40 metros quadrados. É poucochinho? Quantas pessoas vivem debaixo de um teto com 40 metros quadrados?

Os chineses podem ajudar a responder: há uma casa em Pequim, um rés-do-chão em forma de L, que mede 40 m² e nela vive uma família numerosa de seis pessoas.

Mas isto pode ser apenas o início de uma nova era no sector da construção. Há quem acredite que, no futuro, vai ser possível levantar habitações de três andares com impressoras 3D, em três semanas. Era capaz de ser o primeiro a entrar numa casa assim?

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.