A+ / A-

Está bom para as constipações. Semana de aguaceiros e oscilações na temperatura

21 mai, 2018


Até quarta-feira, as máximas não deverão ir muito além dos 23 graus.

A chuva, as oscilações nas temperaturas mínimas e máximas e as neblinas ou nevoeiros matinais vão fazer-se sentir ao longo da semana.

"Nos últimos dias, tivemos instabilidade no interior com aguaceiros mesmo fortes que levaram à emissão de avisos para alguns distritos do continente. Esta semana, vamos ter aguaceiros e algumas oscilações no que diz respeito às temperaturas", indica o meteorologista Bruno Café à agência Lusa.

Para esta segunda-feira, a previsão do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) aponta para céu muito nublado, apresentando-se muito nublado na faixa costeira ocidental e no interior da região Sul, e neblinas e nevoeiros matinais que deverão dissipar-se durante a manhã.

"A partir da tarde, temos alguns aguaceiros nas regiões do interior que serão de um modo geral fracos e dispersos. Vamos ter também uma pequena descida da temperatura na região Centro. As máximas hoje vão estar entre os 20 e os 25 graus na maioria dos locais, sendo mais baixas no interior Norte e Centro", adianta o meteorologista.

Na terça-feira, Bruno Café diz que a previsão é de períodos de céu muito nublado, mas com nuvens altas, e possibilidade de aguaceiros fracos no litoral oeste a Sul do Cabo Mondego a partir de manhã.

"É uma probabilidade baixa, mas podem ocorrer aguaceiros. Será também um dia com neblinas ou nevoeiros matinais e, em termos de temperaturas, vamos ter uma descida da mínima no litoral Norte e Centro e uma subida da máxima. Na terça-feira as máximas vão variar entre os 22 e os 27 graus, sendo mais baixas no Algarve e no litoral norte", afirma.

Na quarta-feira, as temperaturas máximas deverão manter-se um pouco mais altas do que neste início de semana. Mas são as oscilações que irão marcar a semana. Tudo, por causa de “uma depressão [que] está a estabelecer-se a oeste de Portugal continental, que ficará estacionária pelo menos até quarta-feira”.

“Na quinta-feira, evolui para a Península Ibérica. Nesse dia pode haver alguma precipitação forte, mas ainda é certo para afirmar pois há ainda alguma incerteza", acrescenta o meteorologista do IPMA.

Todo o país com risco elevado e muito elevado de exposição UV

As temperaturas estão instáveis, mas a época dos avisos para o risco de exposição à radiação Ultravioleta (UV) já começou.

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, todas as regiões do país apresentam, esta segunda-feira, um risco muito elevado e elevado de exposição aos UV.

A exceção é Castelo Branco, a ilha do Porto Santo e o grupo oriental dos Açores (São Miguel e Santa Maria), que estão com níveis elevados.

Para as regiões com risco 'muito elevado' e 'elevado', o IPMA recomenda o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt, guarda-sol e protetor solar, além de desaconselhar a exposição das crianças ao sol.

Os índices UV variam entre 1 e 2, em que o risco de exposição à radiação UV é baixo, 3 a 5 (moderado), 6 a 7 (elevado), 8 a 10 (muito elevado) e superior a 11 (extremo).

Esta segunda-feira, as temperaturas mínimas vão variar entre os 10 graus (na Guarda, Bragança e Viana do Castelo) e os 14 (em Faro) e as máximas entre os 19 (na Guarda) e os 27 (em Santarém).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.