A+ / A-

Vive no Reino Unido ou tem lá familiares? Leia isto

06 fev, 2018


Embaixada de Portugal vai acolher sessão de esclarecimento sobre o Brexit e o futuro dos portugueses naquele país.

Uma delegação de representantes do governo britânico vai oferecer uma sessão pública de esclarecimento aos imigrantes portugueses sobre o “Brexit” na embaixada de Portugal no Reino Unido, em Londres, na quinta-feira.

A sessão, proposta pelo próprio governo da primeira-ministra Theresa May, pretende esclarecer questões sobre o estatuto dos cidadãos portugueses no Reino Unido após a saída do país da UE, com uma parte aberta a questões dos participantes.

Além de Robin Walker, adjunto do ministro para o “Brexit”, David Davis, estarão presentes a embaixadora britânica em Portugal, Kirsty Hayes, e funcionários de diferentes ministérios com conhecimento técnico para responder a perguntas mais específicas.

A iniciativa segue-se a outras semelhantes, feitas nomeadamente com as comunidades polaca, que possui cerca de um milhão de nacionais no país e cerca de 30 mil empresas no Reino Unido, e lituana.

Em dezembro de 2017, o Reino Unido e os outros 27 países chegaram a um entendimento que prevê a proteção dos direitos atuais dos cidadãos europeus após a saída do Reino Unido da UE, em março de 2019.

Este regime garante direitos semelhantes aos dos cidadãos britânicos, como o de permanecer no país e de trabalhar sem necessidade de vistos de autorização, e abrange a garantia de acesso às pensões de reforma ou outros serviços sociais.

Os direitos serão garantidos para os europeus que já residam no país e que se registem como "residente permanente" [“settled status”] ou de "residente temporário" [“pre-settled status”].

Em janeiro, o Home Office, equivalente ao Ministério da Administração Interna, incluiu no seu portal na Internet informação em português sobre o "Estatuto dos cidadãos da UE no Reino Unido" em português.

A versão original em inglês também foi traduzida para alemão, espanhol, francês, italiano, polaco, romeno e lituano.

Nesta página, explica que será aplicado em breve um sistema que simplificará o atual processo de pedido de residência permanente, e refere que os interessados "não necessitam de fazer nada, por enquanto".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Flavio Serra
    08 fev, 2018 Leicestershire 13:24
    A PT CONNECTIONS CIC representante das comunidades Portuguesas da zona east e west Midlands vai estar presente na sessão de esclarecimento sobre o BREXIT onde iremos por as duvidas e preocupações das nossas comunidades. PT CONNECTIONS CIC Flavio Serra ( co-Director)
  • Alexandra cruz
    08 fev, 2018 Billingshurs 10:36
    Isto é injusto de não se os portugueses imigrantes. Em Londres Inglaterra não era nada pois nos portugueses e que fazê mos todo porque os inglês di querer cerveja bar vinho e putas trabalhar tem que ser agente portugues limpa mos a merda que fazem e agora querer correr com agente isso não é corecto pelo estado inglês
  • Gotete
    07 fev, 2018 Londres 09:08
    Nao acho justo o governo britanico estar a brincar com as vida as incertesas das prssoas. Acho que as pessoas que estao ca ate GB estar fora completamente nao deviam ter problemas manter se no pai porque eled estao aqui legalemente. S
  • Miguel Machado
    07 fev, 2018 Watton thetefod norfolk 05:52
    O que será preciso mais depois
  • Arnaldo
    06 fev, 2018 Londres 16:15
    Quando?