Tempo
|
Graça Franco n´As Três da Manhã
Terças e quintas-feiras, às 9h20, n'As Três da Manhã
A+ / A-
Arquivo
“É essencial renovar a própria população”
“É essencial renovar a própria população”

Graça Franco

“É essencial renovar a própria população”

29 jul, 2021 • Olímpia Mairos


Graça Franco entende que Portugal deve pensar como pensou a França, que tem hoje 1,9 bebés por mulher, muito à custa dos migrantes.

A população portuguesa diminuiu 2% em 10 anos e, para a comentadora d’As Três da Manhã, os números devem deixar-nos preocupados, porque vai haver “um peso sobre os mais novos, em relação ao suporte da Segurança Social dos mais velhos”.

Graça Franco entende que já não temos maneira de virar esta situação através dos cidadãos nacionais, porque temos atualmente um índice de fertilidade muito baixo.

“Se não fossem as crianças nascidas em Portugal de mulheres migrantes, então seria uma catástrofe”, afirma a comentadora que aponta o exemplo de França, que tem visto crescer a sua população muito à custa dos migrantes.

Portugal tem hoje 10.347.892 residentes, menos 214.286 do que em 2011, segundos os resultados preliminares dos Censos 2021. O país tem 4.917.794 homens (48%) e 5.430.098 mulheres (52%).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Ivo Pestana
    29 jul, 2021 Funchal 18:05
    Sem economia a funcionar, cada vez seremos menos e porque ficam todos no litoral?
  • Cidadao
    29 jul, 2021 Lisboa 13:16
    Quem é o casal louco, que quer ter filhos, quando ambos estão a contrato, falsos recibos verdes, com ordenados baixíssimos em que mesmo que os dois trabalhem, continuam a ser pobres, ela é despedida mal apareça grávida, ele para manter o empregozeco trabalha muito além do horário, e quanto à rede de creches ou apoios... é os pais ou avós, e viva o velho?