Tempo
|
Euranet
Visto de Fora
Uma jornalista espanhola e um jornalista francês a viver em Portugal comentam, semanalmente, o país, os portugueses e a Europa. Sexta às 10h20.
A+ / A-
Arquivo
Pandemia e dilúvio na Alemanha - Visto de Fora
Pandemia e dilúvio na Alemanha - Visto de Fora

Visto de fora

Depois da pandemia, o dilúvio?

16 jul, 2021 • Miguel Coelho


Na última edição antes de férias, Olivier Bonamici e Begoña Iñiguez olham para a tragédia na Alemanha causada pelo mau tempo e analisam as iniciativas de alguns países que admitem tornar obrigatórias a vacinação Covid.

As inundações catastróficas na Alemanha e a sua relação com as alterações climáticas são o ponto de partida desta edição. Olivier Bonamici e Begoña Iñiguez comentam o possível impacto político deste acontecimento, a dois meses das eleições alemãs e a importância das medidas aprovadas esta semana por Bruxelas, no âmbito do chamado Pacto Ecológico Europeu.

O debate sobre a obrigatoriedade da vacinação contra a Covid-19 é outro tema deste "Visto de Fora", que analisa a resposta à pandemia em diferentes países: em França, o Governo aperta as restrições aos viajantes provenientes da Península Ibérica, enquanto em Espanha o Tribunal Constitucional declarou ilegal o estado de emergência.

No plano nacional, olhamos para a forma como estão a ser aplicadas as medidas de acesso a restaurantes e hotéis, mas também para o agravamento da situação financeira de muitas famílias, face ao aumento dos combustíveis e até com o regresso da construção de barracas na Grande Lisboa.

E porque esta é a última edição até setembro, Oliver e Begoña revelam os planos para férias em tempo de pandemia. Ou será que vão “ficar a ver navios”?

Este conteúdo é feito no âmbito da parceria Renascença/Euranet Plus – Rede Europeia de Rádios. Veja todos os conteúdos Renascença/Euranet Plus

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.