Siga-nos no Whatsapp
Da Capa à Contracapa
Os grandes temas da atualidade em debate à Terça-feira, depois das 23h, na Edição da Noite. Uma parceria da Renascença com a Fundação Francisco Manuel dos Santos.
A+ / A-
Arquivo
Como podemos potenciar o desporto no feminino?
Ouça aqui o programa Da Capa à Contracapa

​Da Capa à Contracapa

Como podemos potenciar o desporto no feminino?

23 jul, 2024 • José Pedro Frazão


As convidadas do programa desta semana são Susana Feitor, a atleta portuguesa com mais participações em Jogos Olímpicos e atual presidente do conselho de administração da Fundação do Desporto, e Victoria Kaminskaya, nadadora portuguesa nascida na Rússia, que competiu nos Jogos Olímpicos de 2016.

De 26 de julho a 11 de agosto, Paris recebe os Jogos Olímpicos, anunciados como os primeiros da história com paridade de participação entre atletas masculinos e femininos.

Pela primeira vez, Portugal apresenta uma missão olímpica com uma maioria de atletas femininas.

As audiências das grandes competições desportivas femininas estão a subir em todo o mundo, mas subsistem grandes desigualdades nas remunerações, no acesso ao desporto, há também a prevalência da violência e do abuso sobre raparigas e mulheres desportistas.

Nesta edição do Da Capa à Contracapa queremos saber como podemos potenciar o desporto no feminino.

As convidadas são Susana Feitor, a atleta portuguesa com mais participações em Jogos Olímpicos e atual presidente do conselho de administração da Fundação do Desporto, e Victoria Kaminskaya, nadadora portuguesa nascida na Rússia, que competiu nos Jogos Olímpicos de 2016.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.