Tempo
|
A+ / A-

Volta a França

Tour vai apresentar queixa contra espectadora que provocou queda coletiva

26 jun, 2021 - 19:26 • Lusa

Acidente ocorreu a cerca de 40 quilómetros da meta. Três ciclistas foram obrigados a desistir.

A+ / A-

A organização da Volta a França em bicicleta vai apresentar queixa contra a espetadora que provocou este sábado a primeira de duas quedas coletivas na primeira etapa da 108.ª edição.

"Vamos apresentar queixa contra essa senhora, que se comportou verdadeiramente mal. Esforçamo-nos para que o espetáculo [da prova] não seja estragado por comportamentos inadmissíveis de uma parte ínfima dos espetadores ", declarou o diretor-adjunto do Tour, Pierre-Yves Thouault, à agência noticiosa France-Presse.

A 46 quilómetros da chegada, numa estrada estreita e repleta de público, uma espetadora, que empunhava um cartaz para as câmaras de televisão, derrubou o alemão Tony Martin (Jumbo-Visma), que caiu desamparado no chão e foi atropelado por vários ciclistas, causando um efeito dominó no pelotão.

Essa primeira queda levou ao abandono imediato do alemão Jasha Sütterlin (DSM), com o lituano Ignatas Konovalovas (Groupama-FDJ) e o francês Cyril Lemoine (B&B Hotels) a desistirem ainda durante a primeira etapa.

O ciclista francês Julian Alaphilippe (Deceuninck-Quickstep) é o primeiro camisola amarela da 108.ª Volta a França, depois de conquistar hoje a primeira etapa, após um ataque explosivo nos derradeiros metros da subida a Landerneau.

No final dos 197,8 quilómetros entre Brest e Landerneau, marcados por duas quedas coletivas, a última das quais a envolver o tetracampeão Chris Froome (Israel Start-Up Nation), o campeão do Mundo de fundo foi mais forte e impôs-se com o tempo de 4:39:05 horas, sendo oito segundos mais rápido do que o australiano Michael Matthews (BikeExchange) e o esloveno Primoz Roglic (Jumbo-Visma), respetivamente segundo e terceiro.

Na geral, o francês lidera com 12 segundos de vantagem sobre Matthews, com o vice-campeão do Tour 2020 na terceira posição, a 14.

No domingo, a segunda etapa vai ligar Perros-Guirec ao Muro da Bretanha, na distância de 183,5 quilómetros.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+