Tempo
|
A+ / A-

Covid-19

Vacinação aberta à faixa etária 20-29 anos "a partir de meados de julho"

20 jun, 2021 - 22:27 • Lusa

Já estava previsto que esta faixa etária fosse vacinada até agosto.

A+ / A-

Veja também:


A vacinação contra a Covid-19 deverá ser aberta à população entre os 20 e os 29 anos "a partir de meados de julho", disse este domingo à Lusa uma fonte da "task-force" nacional de vacinação.

A disponibilização de vacinas a essa faixa etária em julho estava prevista "no âmbito do objetivo de ter 70% da população com pelo menos uma dose administrada no início de agosto", referiu a mesma fonte.

Sem precisar uma data exata, assumiu que será "em julho, de certeza", antecipando que terá início, provavelmente, em "meados ou final", uma vez que antevê "muito difícil" que isso possa acontecer no início do mês.

Neste momento, o autoagendamento da vacina contra a Covid-19 está disponível para pessoas com mais de 40 anos e, conforme confirmou à Lusa, no sábado, uma fonte da "task-force", vai ser aberto aos maiores de 35 anos na segunda-feira.

O portal destinado ao autoagendamento entrou em funcionamento em 23 de abril, contemplando, a partir de segunda-feira, as pessoas acima dos 35 anos, depois de ter sido aberto para maiores de 40, 43, 45, 50, 55, 60 e 65 anos.

Mais de 4,3 milhões de pessoas em Portugal já receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19, o equivalente a 42% da população, e quase 2,6 milhões (25%) têm a vacinação completa, segundo dados avançados na terça-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 3.862.364 mortos no mundo, resultantes de mais de 178,1 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 17.065 pessoas dos 865.050 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+