Daniel Leitão aplica o polígrafo Três Por Todos

18 jun, 2021 - 20:25

O olhar clínico de Daniel Leitão analisou praticamente todas as 50 horas de emissão do Três Por Todos e aplicou o polígrafo. Ninguém saiu inocente. Nos dias 16, 17 e 18 de junho a Renascença instalou-se no Rossio, em Lisboa, com As Três da Manhã pela cultura e pelos artistas. Foram mais de 50 horas de emissão em direto e ao vivo para apoiar todos os profissionais do espetáculo que, pela sua impossibilidade de trabalhar, foram especialmente afetados pela pandemia.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.