Tempo
|
A+ / A-

Incêndio em lar de Lisboa obriga a realojar 50 idosos

12 jun, 2021 - 20:16 • Lusa

Por precaução, três utentes e um funcionário foram transportados ao hospital de São José, por inalação de fumo.

A+ / A-

Um incêndio, este sábado, num lar de idosos na Rua Ferreira Lapa, em Lisboa, levou três pessoas ao hospital por inalação de fumo e vai implicar, por precaução, o realojamento dos cerca de 50 utentes, disse à Lusa a PSP.

Contactada pela agência Lusa, a Comissário Sónia Pestana adiantou que as chamas deflagraram às 14h58, na cave do lar sendo ainda desconhecida a sua origem.

Por precaução, três utentes e um funcionário foram transportados ao hospital de São José, por inalação de fumo.

A responsável acrescentou que "o edifício não sofreu danos estruturais, mas que devido ao fumo no seu interior, por forma cautelar e atendendo ao facto de serem idosos, mais vulneráveis, os utentes vão ser realojados noutro local, ainda desconhecido".

Contactada pela Lusa, fonte do Regimento Sapadores de Lisboa adiantou que "as chamas ficaram confinadas ao piso menos 2 do edifício, sendo que os utentes foram retirados para o exterior, enquanto os bombeiros combatiam o fogo".

A fonte sublinhou que o "edifício não sofreu danos, mas foi considerado necessário realojar os idosos, transferência que ainda está a ser agilizada".

Ao local compareceram 40 operacionais e nove viaturas dos Sapadores de Lisboa, mais meios do INEM, PSP, Proteção Civil Municipal e Polícia Municipal.

A Lusa contactou o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, mas ainda sem sucesso.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+