Tempo
|
48k
Rubrica sobre tecnologia com a jornalista Cristina Nascimento para ouvir quarta-feira às 21h40 e sábado às 7h40.
A+ / A-
Arquivo
48k - Pagar para ter uma palavra a dizer na vida dos outros - 02/06/2021
48k - Pagar para ter uma palavra a dizer na vida dos outros - 02/06/2021

48k

Há uma app onde pode pagar para ter uma palavra a dizer na vida dos outros

04 jun, 2021 • Cristina Nascimento , André Peralta (sonorização)


Imagine que é um admirador de Cristiano Ronaldo e que o futebolista decide pôr à consideração dos fãs o que vai comer ao jantar: lagosta ou pizza? Se quiser participar na escolha do menu de CR7 teria de pagar para votar.

Imagine que é um admirador de Cristiano Ronaldo e que o futebolista decide pôr à consideração dos fãs o que vai comer ao jantar: lagosta ou pizza? Se quiser participar na escolha do menu de CR7 teria de pagar para votar.

Isto é tudo um exercício de imaginação, pelo menos por agora, pois ao que consta Ronaldo não faz parte desta nova rede social, mas a rede existe. Chama-se New New e é uma ferramenta à disposição de influenciadores que permite aos seus seguidores votar em decisões das suas vidas.

O valor para votar é definido por quem lança a votação e é certo que quem vota não reavê o dinheiro, mesmo que a opção em que votou não seja a vencedora.

Esta rede permite ainda que os seguidores lancem desafios aos famosos. Por exemplo, imagine que queria desafiar Ronaldo a correr uma maratona. Por pouco mais de 16 euros pode lançar o desafio, mas , neste caso, se Ronaldo não estivesse disposto a aceitar a sua proposta, o dinheiro seria devolvido.

Dizem os criadores da New New que o objetivo desta plataforma é aproximar as pessoas e permitir que o público contribua diretamente para o trabalho desenvolvido, por exemplo, por artistas, escritores ou bloggers.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.