Tempo
|
A+ / A-

Vasco Seabra de saída do Moreirense

21 mai, 2021 - 12:15 • Eduardo Soares da Silva

Ao que a Renascença apurou, treinador e clube seguirão caminhos diferentes, por não existir um alinhamento de ideias sobre o projeto desportivo para a próxima época.

A+ / A-

Vasco Seabra não vai continuar no Moreirense. Apesar de ter mais um ano de contrato, o treinador, ao que a Renascença apurou, deixará o clube, por ter uma visão diferente daquilo que deve ser o projeto desportivo para a próxima época.

O desencontro de perspetivas deverá motivar um acordo entre as partes para a rescisão do contrato.

Seabra, que iniciou a época no Boavista, chegou a Moreira de Cónegos em janeiro, para suceder a César Peixoto, que, por sua vez, havia substituído Ricardo Soares. Alcançou o objetivo da permanência e terminou a temporada a lutar por um lugar europeu. O Moreirense fechou a época no 8.º lugar, igualando a segunda melhor classificação da sua história.

O técnico foi o único esta temporada a conseguir travar os três grandes esta época. Vasco Seabra venceu o Benfica, na altura ainda ao serviço do Boavista por 3-0, e seguiram-se empates a um golo com os três grandes em Moreira de Cónegos.

Se tivesse alcançado uma posição de acesso à Conference League, o clube minhoto não teria entrada na competição, por falta de licenciamento na UEFA. Uma situação que não terá agradado a Vasco Seabra e que consolida a ideia de que há uma visão diferente da sua, no que ao projeto desportivo diz respeito.

O treinador, de 37 anos, ficará livre, depois de uma temporada em que teve oportunidade de regressar à I Liga. Vasco Seabra surgiu no escalão principal em 2016/17 no Paços de Ferreira. Passou pelo Famalicão, na II Liga, pelos sub-23 do Estoril e em 2019/20 esteve no Mafra (II Liga).

O trabalho aí realizado despertou o interesse do Boavista, reabriu-lhe a porta da I Liga, mas a passagem pelo Bessa foi curta. Em janeiro assumiu o Moreirense, como terceiro treinador da época, e consolidou a equipa numa posição de manutenção.

A Renascença contactou o Moreirense, mas até ao momento não obteve qualquer resposta.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+