Tempo
|
A+ / A-

Vídeo viral de militares a cantar "Sporting" na parada. Exército abre processo de averiguações

14 mai, 2021 - 20:43 • Cristina Nascimento , com redação

Em resposta à Renascença, “o Exército informa que as imagens se reportam a um momento de intervalo dos treinos para uma cerimónia militar, com soldados recrutas”.

A+ / A-

O Exército abriu um processo de averiguações após a divulgação de um vídeo em que recrutas, comandados por um graduado, aparecem a entoar um cântico do Sporting num quartel da Madeira.

Em resposta à Renascença, “o Exército informa que as imagens se reportam a um momento de intervalo dos treinos para uma cerimónia militar, com soldados recrutas”.

“Foi instaurado um processo de averiguações para apurar as circunstâncias em que este episódio ocorreu”, refere aquele ramo das Forças Armadas.


O vídeo, que mostra um grupo de recrutas a tocar e a cantar temas do Sporting, tornou-se viral nas redes sociais.

Acompanhados por instrumentos de percussão, os militares gritam “Spoooorting” e, seguida, cantam o conhecido tema de apoio aos leões “Só eu sei porque não fico em casa”.

O episódio no Regimento de Guarnição n.º3, no Funchal, é conhecido dias depois de o Sporting ter conquistado o título de campeão nacional de futebol, o que não acontecia há 19 anos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Vitor Prata
    15 mai, 2021 Lisboa 14:31
    A tropa está transformada numa velha rebugenta que até já dá importância a uma brincadeira (para não dizer praxe, pois arrepiaria logo os poucos cabelos de alguém) próprias de recruta. Querem ver que cantar uma treta qualquer, neste caso uma cancão do clube campeão, já é visto como manifestação de enofobua, também? Para onde caminhas, Exército?

Destaques V+