Elisa Ferreira. Fundos europeus vão permitir corrigir "desequilíbrios brutais" entre territórios em Portugal

07 mai, 2021 - 21:42 • José Pedro Frazão (entrevista) , Inês Rocha (imagem)

Em entrevista exclusiva à Renascença, a comissária europeia com a pasta da coesão e reformas apela a uma "pressão colectiva" da sociedade para fazer cumprir metas sociais europeias. A antiga ministra socialista faz a defesa da acção de Bruxelas na resposta económica e sanitária e assinala a importância de combater a pobreza infantil que em toda a Europa é equivalente a quase o dobro da população de Portugal.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Ivo Pestana
    22 mai, 2021 Funchal 10:20
    Não acredito.