Tempo
|
A+ / A-

Sporting

Rúben Amorim ignora suspensão e foca-se no Rio Ave para garantir a Liga dos Campeões

04 mai, 2021 - 16:31 • Redação

Treinador do Sporting volta a ser castigado pelo Conselho de Disciplina e não estará no banco em Vila do Conde. Treinador fala num jogo "muito difícil", mas com o objetivo de conquistar os três pontos que garantem matematicamente o segundo lugar.

A+ / A-

Rúben Amorim, treinador do Sporting, não comenta a nova suspensão de seis dias que representam que não estará no banco de suplentes no próximo jogo, contra o Rio Ave, em Vila do Conde. O técnico foca-se em vencer o jogo, que garantirá matematicamente o segundo lugar e a consequente entrada direta na fase de grupos da Liga dos Campeões.

"Não vou comentar a suspensão, é tão claro que não preciso estar a comentar, mais vale não dizer nada, está à vista de todos. Temos de nos focar no jogo, não adianta responder, a única maneira é ganhar os jogos. É pensar no Rio Ave, como podemos ganhar e fazer golos", disse.

Ainda assim, mais à frente quando foi questionado sobre o desejo de Cristiano Ronaldo voltar ao Sporting, Amorim voltou a abordar a suspensão de forma irónica: "Qualquer um gostria de ter o Ronaldo, mas temos de viver dia a dia, não sei se até lá não estarei suspenso seis meses ou um ano, ou se estarei aqui. Isto está tão difícil, quero garantir o dia de amanhã".

O técnico diz que o castigo aplicado não será só para ele, mas para o elemento da equipa técnico que o acompanha no camarote, afirmou em tom de brincadeira para passar a ideia que os jogadores não vão sentir a sua falta.

"Maior dificuldade é para o Adélio, passa pior a ver o jogo comigo, é o castigo para ele também, que achava que já estava livre dessa situação. Ele é o que sofre mais, a equipa vai estar bem e responder bem", atira.

O próximo adversário é o Rio Ave, que ainda luta pela manutenção e que conseguiu empatar em Alvalade, na primeira volta. Amorim analisa a equipa vilacondense e um treinador com ideia de futebol positivo.

"É um jogo muito difícil pelo momento, já o foi com o Nacional, contra uma equipa com valores acima da posição em que estão. O Miguel Cardoso é um treinador com uma ideia muito positiva, gosta de jogar, está numa situação difícil, mas a maneira de jogar é muito vincada. Preparámos isso. Fizemos bom jogo com o Nacional, devíamos ter feito mais golos, queremos continuar a jogar bem, fazer mais golos e descansar os adeptos mais cedo", atira.

Objetivo Champions

Rúben Amorim ainda não assume a candidatura ao título, mas uma vitória contra o Rio Ave garante o segundo lugar a qualificação direta para a Liga dos Campeões. Nesse sentido, o técnico não olha para o clássico entre FC Porto e Benfica, no dia seguinte.

"Temos condições para ganhar ao Rio Ave, os outros jogos não olhamos para isso, temos de ganhar o nosso jogo, temos três pontos para fazer, queremos garantir a Champions, poucos acreditavam no terceiro lugar, quanto mais no segundo. É isso que queremos garantir. Só dependemos de nós, esse é o foco", diz.

Futsal "é a grande equipa" do Sporting

Amorim dá os parabéns à equipa de futsal do Sporting, que se sagrou campeã europeia na segunda-feira, ao bater o Barcelona na final.

"Parabéns à equipa do Sporting. O meu tio, que era o único sportinguista até à minha chegada aqui, estava a ver o jogo, vimos juntos. Foi uma festa, o mister Nuno Dias não facilita aqui no prémio de treinador do ano. Já que falamos em suspensões, podiam era suspender o mister Nuno Dias para facilitar o trabalho ao resto da malta no Sporting", atira, em nova referência ao seu castigo.

O técnico diz que o futsal é a grande equipa do clube: "O Sporting tem grandes equipas e o futsal é a grande imagem do clube neste momento pelo que ganha e pelo seu treinador. Obviamente que nos inspira, queremos chegar a esse patamar, ficámos muito felizes por eles".

O Rio Ave-Sporting joga-se na quarta-feira, às 21h15, no Estádio dos Arcos, jogo com relato na Renascença e acompanhamento, ao minuto, em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+