Tempo
|
Tudo sobre o EURO 2020 Últimas Notícias
Tudo sobre o EURO 2020 Últimas Notícias
A+ / A-

Fernando Santos já fechou 80% da convocatória para atacar o Europeu

03 mai, 2021 - 10:02 • Redação

O selecionador nacional anuncia as suas escolhas a 20 de maio. Em entrevista ao jornal "O Jogo", reforça o que disse à Renascença: o plano passa por regressar a casa um dia depois da final.

A+ / A-

Fernando Santos diz, em entrevista ao jornal "O Jogo", que já fechou 80% da convocatória para o Campeonato da Europa. O treinador ressalva que ainda não tem a lista definitiva selecionada, mas informa que o grupo que pode representar a seleção nacional "já está numa malha apertada de 27 a 30 jogadores".

Como avançou à Renascença, Fernando Santos anuncia a convocatória final no dia 20 de maio. O anúncio, e o processo de escolha em si, está ainda dependente do número de atletas que cada selecionador poderá convocar.

"Se forem 23, diria que tenho 80% escolhidos, neste momento. São entre 18 a 20. Se forem 26 já são mais, se calhar teria menos dúvidas. Mas neste momento não tenho 23 escolhidos", reforça.

E é muito provável que Fernando Santos passe, mesmo, a ter menos dúvidas. O treinador revela que as informações que possui indicam que há uma forte possibilidade de a UEFA determinar 26 como o número limite de jogadores na convocatória.

Um aumento que tem vantagens, mas também desvantagens, na opinião do técnico nacional, nomeadamente, no espírito de grupo que Fernando Santos considera fundamental, principalmente neste tipo de competições curtas.

"Em termos de coesão de grupo é uma desvantagem. Passamos a ter dois ou três jogadores na bancada. Deixar alguns jogadores de fora é sempre uma dificuldade de gestão. Quem não está convocado nunca está bem disposto", observa.

Voltar a casa no dia seguinte à final

Nesta entrevista ao jornal "O Jogo", Fernando Santos reforça as ideias que transmitiu à Renascença, sobretudo em relação aos objetivos da equipa. Revalidar o título de campeão europeu é a meta da equipa.

"Portugal é o campeão em título, portanto, vai jogar com a firme convicção de conquistar o título. O objetivo, desde que chegámos, foi sempre chegar às fases finais e vencê-las. Talvez tenha verbalizado esse objetivo de forma diferente no Euro 2016, mas o objetivo é sempre esse", diz.

“Quando fiz essa afirmação no Europeu de 2016, foi com a convicção de que Portugal estava no bom caminho para poder ser campeão. Eu não tinha dúvidas. Parecia-me que o caminho estava a ser encontrado para aquela equipa fazer um campeonato brutal. E fez, porque foi campeão da Europa. Espero que, neste campeonato, a equipa tenha esse crescimento, também na primeira fase da preparação e depois ao longo da competição, que nos permita regressar a Portugal só no dia 12 de julho”, referiu o selecionador nacional, na entrevista a Bola Branca.

Portugal está no Grupo F do Europeu, com França, Alemanha e Hungria. A competição arranca a 11 de junho e termina a 12 de julho.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+