Tempo
|
A+ / A-

Queima das Fitas do Porto celebra centenário de 2 a 8 de maio com palco digital

28 abr, 2021 - 22:46 • Lusa

Este ano a Queima assinala 100 anos.

A+ / A-

A Queima das Fitas do Porto celebra este ano o 100º aniversário e assinala o centenário com o documentário "Porto de Encontro" e um palco digital que emitirá, entre 2 e 8 de maio, concertos e a serenata.

Para assinalar os 100 anos de Queima das Fitas do Porto, a Federação Académica do Porto (FAP) vai transmitir no dia 08 de maio, nas redes sociais, um documentário, denominado "Porto de Encontro", onde vão poder ser vistos testemunhos de "pessoas que marcaram a história do evento académico, como o músico Quim Barreiros ou Bispo do Porto, D. Manuel Linda", avançou à Lusa fonte oficial da FAP.

"Este documentário, além de pretender eternizar os 100 anos desde o início da Festa da Pasta, tem como objetivo recordar aos estudantes momentos e histórias da melhor da semana das suas vidas".

Para assinalar o centenário da Queima das Fitas do Porto 2021 em tempos de pandemia, a FAP decidiu também realizar na próxima semana, entre os dias 2 e 8 de maio, uma Queima das Fitas especial, recorrendo a um palco digital para chegar a toda a comunidade académica.

"Na impossibilidade de celebrar o evento nos moldes tradicionais, a FAP vai levar até aos estudantes várias atividades que homenageiam aquela que é a maior festa académica do país".

A "Serenata ao Finalista" vai acontecer dia 2 de maio às 00h01, com transmissão online a partir da Sé do Porto, onde os grupos de fados da academia começam a atuar.

Ainda no dia 2 de maio, às 11h00, está marcada a "Missa da Bênção das Pastas", com o Bispo do Porto, transmitida nas redes sociais da FAP.

Para recordar as noites no Queimódromo, espaço de concertos junto ao Parque da Cidade, do Porto, a FAP decidiu promover "momentos musicais", através de concertos de cariz solidário, cujos fundos se destinam à Casa do Gaiato.

Os concertos com os vários artistas portugueses gravados a atuar em vários locais do distrito do Porto, como por exemplo no Cais de Gaia, Serra do Pilar e Casa da Cerveja, vão estar disponíveis nas redes sociais a 4 de maio, pelas 22h30, indica a organização.

Para a presidente da FAP, Ana Gabriela Cabilhas, esta foi a fórmula encontrada para devolver "esperança" à academia do Porto, organismo que representa mais de 70 mil estudantes.

"O ano de 2021 seria o ano em que recuperaríamos os momentos e os convívios que a pandemia nos tirou. Mas a esperança de devolver à academia do Porto e à cidade aquilo que também faz parte da sua essência manteve-se e, assim sendo, levamos o espírito da semana da Queima das Fitas aos que ainda não tiveram oportunidade de a viver e, claro, aos que não puderam ter uma despedida", concluiu Ana Gabriela Cabilhas.

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 3.122.150 mortos no mundo, resultantes de mais de 147,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.965 pessoas dos 834.638 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+