Tempo
|
Tudo sobre o EURO 2020 Últimas Notícias
Tudo sobre o EURO 2020 Últimas Notícias
A+ / A-

Fundador do Spotify trabalha com Henry, Bergkamp e Patríck Vieira para comprar o Arsenal

26 abr, 2021 - 14:00 • Redação

Adeptos do Arsenal insatisfeitos com a gestão do norte-americano Stan Kroenke e com a decisão de integrar o projeto da Superliga Europeia. Daniel Ek, milionário sueco co-fundador e diretor executivo do Spotify, está interessado em fazer uma proposta pelo clube.

A+ / A-

Daniel Ek, co-fundador e proprietário do Spotify, está em contacto com três lendas do Arsenal com o objetivo de comprar o clube. Thierry Henry, Patrick Vieira e Dennis Bergkamp estão, de acordo com o "Telegraph", a trabalhar com o milionário sueco para apresentarem uma proposta de compra a Stan Kroenke.

A gestão do norte-americano tem sido criticada pelos adeptos e, na semana passada, houve protestos na rua e nas redes sociais contra a intenção de ter o Arsenal no grupo original de clubes que iriam integrar a Superliga Europeia.

Stan Kronke, que detém o clube inglês através da empresa Kroenke Sports & Entertainment (KSE), já garantiu que não quer vender, apesar da pressão dos adeptos. No entanto, isso não tira esperança ao co-criador do Spotify, o sueco Daniel Ek.

"Sou adepto do Arsenal desde que me lembro. Se a KSE quiser vender o Arsenal, ficaria feliz por apresentar a minha candidatura", escreveu no Twitter, esta sexta-feira, o CEO do popular serviço "streaming" de música.

Stan Kroenke tem sido pressionado para vender o Arsenal, após a polémica com a Superliga Europeia. O clube londrino juntou-se ao projeto, mas saiu depois de os adeptos e outros intervenientes se terem insurgido contra a decisão. Foi a gota de água numa relação já de si difícil, face aos resultados dececionantes dos "gunners" nos últimos anos.

Esta sexta-feira, antes do jogo com o Everton, a contar para a Premier League, milhares de adeptos manifestaram-se em torno do estádio do Arsenal para exigir que Stan Kroenke venda o clube.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+