Tempo
|
A+ / A-

Portugal e França vão trocar árbitros em projeto de intercâmbio

19 abr, 2021 - 16:36 • Redação

Intercâmbio abrange os campeonatos das ligas profissionais dos dois países e envolve equipas de arbitragem de campo e de VAR.

A+ / A-

Portugal e França vão promover um intercâmbio de árbitros, depois de um entendimento entre as federações dos dois países. O objetivo é a "formação e aquisição de experiência internacional pelos árbitros portugueses e franceses".

De acordo com o comunicado da Federação Portuguesa de Futebol, o intercâmbio abrange os campeonatos das ligas profissionais dos dois países e envolve equipas de arbitragem de campo e de VAR, sempre que a nomeação for para uma prova que recorra a esta tecnologia.

José Fontelas Gomes, presidente do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol, assinala o acordo.

“O nosso objetivo é oferecer aos árbitros as melhores condições que contribuam para a sua evolução, seja no âmbito da formação, do conhecimento, da tecnologia, mas também noutras dimensões. Nesse sentido, a oportunidade que proporcionamos a nível de experiências internacionais é muito importante para o crescimento dos nossos árbitros”.

Pascal Garibian, diretor do departamento de arbitragem da Federação Francesa de Futebol, também deixa elogios ao projeto das duas federações.

“Desde há alguns anos, a Federação Francesa de Futebol mobiliza recursos significativos com o objetivo de colocar os árbitros profissionais nas melhores condições em termos de preparação e desempenho. As nomeações para competições internacionais comprovam o sucesso desta política. A colaboração com a Federação Portuguesa, no seu conjunto, traduz este esforço de excelência na arbitragem e para o qual a FFF se comprometeu.”

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+