Tempo
|
A+ / A-

Sporting

Rúben Amorim: "Na quarta-feira haverá outra vez ansiedade"

16 abr, 2021 - 23:42 • Redação

O treinador considera que o Sporting foi "justo vencedor" do jogo frente ao Farense, apesar da ansiedade decorrente da incapacidade de marcar um segundo golo e "matar" o jogo.

A+ / A-

Rúben Amorim admite que a ansiedade da equipa do Sporting voltou a colocar os três pontos em causa, embora considere que a vitória no terreno do Farense, na jornada 27 do campeonato, foi merecida.

Em conferência de imprensa, no final da partida, o treinador do Sporting salientou que "a equipa soube sofrer quando tinha de sofrer, fez o golo, não soube matar o jogo e, como é normal, a ansiedade cresceu".

"Aproximou-se o fim, houve duas bolas [golo do Farense] que estavam em fora de jogo e isso cria ansiedade porque foram ao videoárbitro e isso demora algum tempo. Aqui e ali a equipa demonstra inexperiência. O Farense pressionou-nos e a ansiedade no fim é notória e é normal. Na quarta-feira [frente ao Belenses SA] vai haver outra vez ansiedade, mas estamos preparados para isso", assegurou o técnico leonino, que acompanhou o encontro desde a bancada, devido a castigo.

Apesar da ansiedade, Rúben Amorim considera que o Sporting mereceu levar os três pontos: "O Farense teve as suas oportunidades, nós também. Foi um jogo dividido, um bom jogo, mas somos justos vencedores."

Segundo golo desaparecido causa ansiedade


Na opinião de Rúben Amorim, a incapacidade do Sporting na finalização não se deve a ansiedade, mas fá-la crescer à medida que o tempo passa.

"Já estivemos numa fase em que não estávamos a jogar bem, dávamos um remate na baliza e conseguíamos marcar. Estamos numa fase diferente: criamos as oportunidades, não conseguimos matar o jogo. Penso que [o desacerto] na finalização não é por ansiedade. A ansiedade no fim é que vem muito da falta de capacidade de marcar o segundo golo e os jogos ficarem mais complicados. Temos de nos adaptar a todas as incidências do jogo", reconheceu o treinador do Sporting.

Rúben Amorim rejeitou que a vitória sobre o Farense, após dois empates, retire ansiedade à equipa: "Retira alguma desconfiança aos adeptos":

"A equipa é candidata a vencer o próximo jogo. Fosse qual fosse o resultado com o Farense], seríamos capazes de vencer o Belenenses SAD [na próxima jornada]. Agora, não vamos esconder que há uma ideia nos sportinguistas que já vem de há muitos anos. Os adeptos têm de saber sofrer e apoiar a equipa, não podem esquecer isso. É pensar jogo a jogo."

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+