Tempo
|
A+ / A-

Sporting

Rúben Amorim diz que não falará mais de arbitragens

17 abr, 2021 - 00:07 • Redação

Assim respondeu o treinador dos lisboetas às queixas de Jorge Costa relativamente ao trabalho do árbitro no Farense-Sporting.

A+ / A-

Rúben Amorim assegurou, esta sexta-feira, que não falará mais de arbitragens, nem de castigos, até ao final da temporada.

Após a vitória do Sporting sobre o Farense, por 0-1, Jorge Costa queixou-se de um penálti por assinalar para os algarvios, que teria significado o empate. Confrontado com isso em conferência de imprensa, Rúben Amorim chutou a questão das arbitragens e dos castigos para canto.

"Na outra conferência, antes do jogo, disse que não ia comentar mais esses casos. Não vou falar mais sobre arbitragens e acho que fomos uns justos vencedores", declarou o treinador do Sporting, esta sexta-feira.

De facto, na antevisão da partida da 27.ª jornada do campeonato, Rúben Amorim garantiu que ia deixar de se pronunciar sobre os castigos que lhe têm sido aplicados. Nomeadamente, a suspensão por 15 dias que o obrigou a assistir ao encontro no Estádio de São Luís desde a bancada.

"O grande prejudicado sou eu e qualquer dia sou despedido do Sporting e não arranjo em trabalho nenhum", afirmou, então, o técnico leonino.

O lance em que o VAR Bola Branca entende que ficou por assinalar uma grande penalidade para o Farense não foi depois, mas sim antes do golo do Sporting, logo aos 20 minutos. Para Paulo Pereira, "é sem dúvida um lance que marca o jogo", o que o levou a dar nota 2 a Hugo Miguel.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+