Tempo
|
A+ / A-

Rúben Amorim: "Se o Sporting ganhar ao Farense, fica tudo bem"

15 abr, 2021 - 13:37 • Redação

O treinador desvaloriza a sua eventual ausência do banco no Algarve. "A equipa está tranquila e preparada", assegura.

A+ / A-

Rúben Amorim não mostra preocupação acrescida, na sequência dos dois empates consecutivos do Sporting, com Moreirense e Famalicão, e afirma que "se ganhar ao Farense, fica tudo bem".

A equipa perdeu quatro pontos, nas duas últimas jornadas, para os rivais diretos e tem, agora, seis pontos de vantagem sobre o segundo classificado, o FC Porto.

A equipa, no entanto, "está tranquila", assegura, em conferência de imprensa. Os acreditam em mim, quando eu lhes digo que eles estão melhor. Tivemos dois jogos em que não ganhámos, mas fomos claramente superiores. Aumentámos o número de oportunidades e concedemos menos oportunidades aos adversários", acrescenta.

O treinador resume a sua análise às circunstância do futebol, considerando que tudo pode voltar a mudar, a favor do Sporting, já neste fim de semana.

"Na jornada do Moreirense tivemos um rival [FC Porto] que esteve empatado até ao último minuto e nós estivemos a ganhar até ao último minuto [com o Moreirense]. Se num minuto as coisas fossem diferentes podíamos estar a 12 pontos", calcula.

Rúben Amorim foi punido com 15 dias de suspensão, devido a palavras dirigidas ao árbitro Rui Costa no final da partida com o Famalicão, e ainda não sabe se poderá estar no banco em Faro. O treinador apresentou recurso, mas sublinha que "mesmo que o treinador não esteja no banco, a equipa tem condições para vencer".

Sobre o Farense, equipa que está no penúltimo lugar, o técnico leonino alerta que, "me os resultados dizendo outra coisa, tiveram bons momentos nos últimos tempos".

O Farense-Sporting, a contar para a jornada 27, é esta sexta-feira, às 21h00. Jogo com relato na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+