Tempo
|
A+ / A-

Liga dos Campeões

Ricardo Costa acredita que o Porto pode eliminar o Chelsea

13 abr, 2021 - 10:15 • Pedro Castro Alves, com redação

O Chelsea está em vantagem na eliminatória, depois de ter vencido o jogo da 1.ª mão, por 0-2. Ricardo Costa venceu a Liga dos Campeões pelo Porto em 2004 e acredita numa reviravolta. "Os jogadores do Porto têm de se superar".

A+ / A-

Ricardo Costa, campeão europeu pelo FC Porto em 2004, acredita que os dragões podem derrotar o Chelsea e seguir em frente na Liga dos Campeões. No entanto, “terão de se superar”.

"Os jogadores quando estão no FC Porto têm de ter a capacidade de encarar cada jogo como uma final. Nesta final têm uma desvantagem de dois golos. Terão de se superar para que consigam os golos que deem a passagem à fase seguinte”, diz.

Em declarações a Bola Branca, Ricardo Costa acrescenta que, “sabendo que têm 90 minutos para dar a volta ao resultado”, os jogadores “vão entrar com os princípios que regem a equipa do FC Porto: ter bola, tentar pressionar".

Será importante que a equipa tenha a paciência e não desespere por entrar a perder por 2-0, como referiu Sérgio Conceição, em conferência de imprensa: "Queremos entrar sem ansiedade, porque assim estaremos mais preocupados com o resultado final e o processo é que é importante para chegar ao resultado. Neste tipo de jogos, ir com muita sede ao pote pode ser prejudicial, temos de ser compactos e coesos, porque temos de fazer golos, mas não podemos sofrer".

O antigo internacional português reforça as hipóteses dos dragões, lembrando que “no subconsciente dos jogadores [do FC Porto] está que perderam o primeiro jogo, mas foram mais fortes".

“Nos primeiros 30 minutos de jogo, o FC Porto teve duas ocasiões que podia ter concretizado e o Chelsea marcou contra a corrente”, refere.

Na primeira mão, também em Sevilha, mas com o FC Porto a jogar como visitado, o treinador Sérgio Conceição não contou com Sérgio Oliveira e Taremi, os dois melhores marcadores da equipa.

"O Sérgio Oliveira, pela qualidade, pelo que transmite à equipa e pelo que representa enquanto um dos capitães, vai trazer experiência e forma de lidar com os momentos do jogo. O Taremi é o homem-golo", sintetiza. No entanto, Ricardo Costa não tem dúvidas: “O mais importante é o FC Porto”.

Chelsea e FC Porto defrontam-se, em Sevilha, para a segunda mão dos quartos de final da Liga dos Campeões. Na primeira mão, os ingleses venceram 2-0. O clube que vencer esta eliminatória defrontar Liverpool ou Real Madrid nas meias-finais.

A partida da Champions começa às 20h00. Ouça o relato na Renascença e acompanhe ao minuto em rr.sapo.pt.

Ricardo Costa esteve em algumas das grandes conquistar internacionais pelo FC Porto - Taça UEFA em 2003, Liga dos Campeões em 2004 e Taça Intercontinental em 2004. O antigo central terminou a carreira na temporada passada, no Boavista.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+