Tempo
|
A+ / A-

Bispos reúnem-se em Fátima com a pandemia em agenda

08 abr, 2021 - 15:16 • Olímpia Mairos

A implementação do documento do Papa que permite instituição de mulheres no ministério de acólito e leitor e sobre a criação de “novos ministérios” na Igreja Católica vai também ser abordada na assembleia plenária da Conferência Episcopal Portuguesa.

A+ / A-

Os bispos portugueses reúnem-se a partir de segunda-feira e até quinta-feira, em Fátima, em assembleia plenária.

Em comunicado enviado à Renascença, o Secretariado-Geral da CEP informa que os responsáveis das dioceses portuguesas vão promover uma reflexão sobre “a situação de pandemia e possíveis novas orientações”.

Os trabalhos vão realizar-se de forma presencial, na Casa de Nossa Senhora das Dores do Santuário de Fátima, e por via digital, através da plataforma zoom.

De acordo com o comunicado, os bispos portugueses vão também estudar a “implementação do documento do Papa que permite instituição de mulheres no ministério de acólito e leitor e sobre a criação de novos ministérios na Igreja Católica”.

Da agenda de trabalhos faz parte ainda a reflexão sobre o Diácono Permanente, ministro da caridade na proximidade”, e sobre um itinerário de “iniciação à vida cristã” com as famílias, crianças e adolescentes.

Da assembleia plenária deverá sair uma Nota Pastoral a propósito dos 25 anos da Peregrinação Nacional dos Acólitos.

O início da Assembleia Plenária está marcado para as 16h00 da próxima segunda-feira, com o discurso de D. José Ornelas, bispo de Setúbal e presidente da CEP.

Os trabalhos encerram no dia 15 de abril, às 14h30, com a habitual conferência de imprensa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+