Tempo
|
A+ / A-

Pandemia

Covid-19. Apesar do confinamento, Itália ultrapassou 20 mil infeções em 24 horas

24 mar, 2021 - 19:56 • Lusa

Imprensa italiana revelou que 29 milhões de vacinas das AstraZeneca foram bloqueadas numa fábrica perto de Roma e que uma parte poderá ser enviada para o Reino Unido.

A+ / A-

Veja também:


A Itália registou 21.267 novas infeções por Covid-19 e 460 mortes associadas à doença nas últimas 24 horas, apesar de o país estar sujeito a um confinamento que afeta cerca de 40 milhões de pessoas.

O número de novas contaminações voltou a aumentar, após vários dias abaixo de 20.000, e representam 2.502 casos a mais do que os detetados na terça-feira.

Desde o início da crise sanitária, em fevereiro do ano passado, a Itália registou 3.440.862 infeções e 106.339 mortes com Covid-19.

A pressão sobre os hospitais cresceu ligeiramente e, dos 561.308 casos positivos, 32.026 estão internados, 52 doentes a mais que no dia anterior.

Nas enfermarias encontram-se 28.438 pessoas, enquanto nas unidades de cuidados intensivos estão 3.588.

A campanha de vacinação atingiu 8.346.445 doses aplicadas e um total de 2.657.587 pessoas imunizadas com as duas doses necessárias do fármaco.

O jornal de Turim La Stampa divulgou hoje que 29 milhões de vacinas das AstraZeneca foram bloqueadas numa fábrica perto de Roma e que uma parte poderá ser enviada para o Reino Unido.

A farmacêutica AstraZeneca esclareceu que os lotes de vacinas armazenados na fábrica italiana não são "uma reserva" e que mantém o seu compromisso de entregar 10 milhões de doses à União Europeia em março.

A partir de 15 de março, as restrições em Itália determinam que todas as regiões que excedam a incidência semanal de 250 infeções por 100 mil habitantes devem ficar na "zona vermelha", obrigando-as a um confinamento suave, com todas as lojas não essenciais fechadas e pessoas em casa, exceto por necessidade ou para praticar atividade física.

Nove regiões e a província autónoma de Trento – com cerca de 40 milhões de residentes - estão neste tipo de confinamento suave, enquanto o resto do país está na "zona laranja", de risco intermediário.

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 2.735.411 mortos no mundo, resultantes de mais de 124,1 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+