Tempo
|
A+ / A-

Maniche acredita que o FC Porto pode repetir a história na Liga dos Campeões

09 mar, 2021 - 12:45 • José Barata com Redação

Campeão europeu pelo FC Porto em 2004, o antigo médio recomenda inteligência, equilíbrio, consistência e eficácia ao FC Porto para derrotar a Juventus. No fundo, que faça o que fez no jogo da 1.ª mão. O desafio, a contar para os oitavos de final da Liga dos Campeões, é esta noite às 20h00.

A+ / A-

Maniche, campeão europeu pelo FC Porto em 2004, acredita que os dragões vão ultrapassar a Juventus, esta noite, e garantir o apuramento para os quartos de final da Liga dos Campeões.

Em entrevista à Renascença, o antigo médio sustenta que o Porto tem de ser "uma equipa e inteligente na forma como deve segurar o resultado". Isto não significa, ressalva, que por estar em vantagem na eliminatória, após o 2-1 da 1.ª mão, que deva "remeter-se à defesa".

"Deve jogar com o tempo e com a ansiedade da Juventus, e acima de tudo ser uma equipa eficaz, porque nestes jogos não acontecem muitas oportunidades de golo. O Porto tem de ser uma equipa consistente e equilibrada", recomenda.

No fundo, aquilo que Maniche pensa é que os dragões podem obter um resultado positivo se repetirem a exibição do primeiro jogo. "O Porto fez um jogo fantástico, anulando as peças cruciais da Juventus".

Algumas das peças foram poupadas por Andrea Pirlo no último jogo da equipa, frente à Lazio, incluindo Cristiano Ronaldo. "Não foi por acaso que descansou alguns jogadores importantes", nota o antigo internacional português.

" A Juventus está longe de ser campeã em Itália e, por isso, todas as atenções vão para a Champions", justifica. O Porto também está aquém do esperado na liga portuguesa, mas "teve mais dificuldades nessa gestão, porque tem o segundo lugar em risco".

Nestas declarações a Bola Branca, Maniche reserva um capítulo inteiro para Cristiano Ronaldo, jogador "com capacidade de resolver um jogo a qualquer momento".

"É o melhor jogador do mundo e os números falam por si. É um jogador decisivo em todas as equipas por onde passa. Era importante o Porto arrastá-lo para longe da área, quanto mais longe da área menos perigo ele pode causar, mas é preciso estar sempre perto de um jogador que pode desequilibrar a qualquer momento e Ronaldo faz toda a diferença", conclui.

O jogo acontece precisamente 17 anos depois de um outro jogo em que as probabilidades não estavam a favor do FC Porto. Aconteceu em Old Trafford, também para a 2.ª mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões.

O Porto chegou a Inglaterra com uma vantagem de 2-1 conquistada no Dragão. O United esteve em vantagem na 2.ª mão, mas em cima do minuto 90 Costinha fez o golo do empate que levou o Porto aos quartos de final e, mais tarde, ao título de campeão europeu.

Maniche fazia parte dessa equipa que acreditou e ele próprio acredita, agora, que a história pode repetir-se em Turim.

No FC Porto, Pepe, Corona e Grujic estão em dúvida, devido a problemas físicos. Na Juventus, Bentancur, com Covid-19, e Danilo, castigado, são baixas na Juventus.

O Juventus-FC Porto tem início marcado para as 20h00. Relato na Renascença, acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt e arbitragem do holandês Bjorn Kuipers.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Ivo Pestana
    09 mar, 2021 Funchal 18:22
    Então é isso!

Destaques V+