Tempo
|
A+ / A-

Autarca de Oleiros considera "abuso de confiança" o seu nome na lista do PSD

03 mar, 2021 - 18:31 • Lusa

Fernando Marques Jorge está no rol de recandidatos do PSD às autárquicas, mas estranha que ninguém o tenha contactado.

A+ / A-

O presidente da Câmara de Oleiros, Fernando Marques Jorge, considera "um abuso de confiança" a integração do seu nome na lista de recandidatos do PSD às autárquicas e estranha que ninguém o tenha contactado.

"É no mínimo um abuso de confiança, que lamento pois antes de se anunciar o nome de alguém deve ser dado conhecimento ao próprio, mas demonstra a forma de "dialogar" de determinados políticos", afirma, numa nota enviada à agência Lusa, o autarca de Oleiros.

O PSD anunciou hoje 77 recandidatos a presidentes de Câmara, sendo que a lista inclui a apresentação dos candidatos entre os 77 nomes de atuais presidentes de câmara em exercício que se recandidatam aos mesmos municípios e 23 nomes homologados às próximas autárquicas.

O anuncio foi feito pelo secretário-geral e coordenador autárquico nacional do PSD, José Silvano, em conferência de imprensa na sede nacional do partido. .

Fernando Marques Jorge (PSD) refere que acabou "de ter conhecimento" que o seu "nome aparece como recandidato" à Câmara de Oleiros, "divulgado pelo secretário-geral do PSD, Dr. José Silvano".

"Muito estranho esta divulgação pois ninguém comigo contactou nem a ninguém disse que era recandidato", assegura.

O autarca de Oleiros adianta que em conversa com o presidente da Concelhia do PSD local e com a Distrital do PSD de Castelo Branco, "nenhum deles tem disso conhecimento. Nem de nenhuma recandidatura do distrito de Castelo Branco". .

Fernando Marques Jorge, que é presidente da Câmara de Oleiros desde 2013, sublinha que estando o seu nome a ser divulgado, "entendo que a Direção Nacional do PSD sabe mais da minha vida do que eu próprio".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+