Marcelo apoia "confinamento para não dar sinais errados para a Páscoa", sem crises políticas

11 fev, 2021 - 21:02 • Fonte: Presidência da República

Na declaração que dirigiu ao país esta quinta-feira, depois de aprovada no Parlamento mais uma renovação do estado de emergência – de 15 de fevereiro a 1 de março – Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou a necessidade de mais esta renovação do quadro de exceção que o país atravessa até 1 de março, antecipando, desde já, a necessidade de “prosseguir março fora pelo mesmo caminho, para não dar sinais errados para a Páscoa” e para que a população faça mais este esforço para diminuir a pressão sobre o Serviço Nacional de Saúde.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.