Tempo
|
Três por Todos - Assista ao direto Três por Todos - Participe nos leilões
Tudo sobre o EURO 2020 Últimas Notícias
Tudo sobre o EURO 2020 Últimas Notícias
A+ / A-

Covid-19

Pandemia deixará "um rasto pesado" na saúde mental da população, diz ministra

10 fev, 2021 - 12:20 • Lusa

Marta Temido reconhece que "há muito por fazer nos sistemas" de saúde mental e avançou que o Governo pretende "concluir a reforma da aplicação do Plano Nacional de Saúde Mental".

A+ / A-

A ministra das Saúde, Marta Temido, afirmou nesta quarta-feira que a pandemia de Covid-19 deixará "um rasto pesado" na saúde mental da população e sublinhou que há muito por fazer nesta área.

"Naturalmente, a pandemia deixará um rasto pesado sobre aquilo que é a saúde mental de todos nós, quer em termos estritamente de equilíbrio quer em termos de doença mental mais profunda", afirmou Marta Temido na comissão parlamentar de Saúde, onde está a ser ouvida na primeira audição regimental do ano.

A questão da saúde mental foi levantada pela deputada do PS Hortense Martins, afirmando que a saúde mental, "que muitos tentam desvalorizar, é importantíssima".

"Não salvam vidas só com as questões físicas. A saúde mental também é importante para salvar essas mesmas vidas", defendeu Hortense Martins.

Em resposta, Marta Temido afirmou que há muito por fazer nos sistemas relativamente a esta área, nomeadamente dos doentes que aguardam alta por falta de condições sociais.

"Muitos deles são situações de inexistência de alternativas na área da saúde mental e, por isso, nós no plano de recuperação e resiliência temos uma linha específica para a saúde mental", avançou.

Entre outros aspetos, adiantou: "pretendemos concluir a reforma da aplicação do Plano Nacional de Saúde Mental e a reforma daquilo que é o trabalho dos hospitais psiquiátricos integrando-os, desenvolvendo unidades de psiquiatria em hospitais gerais e criando residências assistidas para os doentes que não têm alternativa".

A Covid-19 já matou em Portugal 14.354 pessoas dos 767.919 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+