Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

PGR

Ana Gomes avança com participação para ilegalização do Chega

04 fev, 2021 - 09:50 • Redação

Na participação constam 40 pontos que explicam porque é que o partido de André Ventura deve ser extinto.

A+ / A-

Ana Gomes pediu formalmente a extinção do partido Chega, junto da Procuradoria-Geral da República (PGR).

Durante a campanha à Presidência da República, a ex-diplomata prometeu que iria avançar com esse pedido caso fosse eleita. Mas apesar de ter ficado em segundo lugar decidiu levar a iniciativa avante.

De acordo com o “Diário de Notícias”, na participação constam 40 pontos que explicam porque é que o partido de André Ventura é ilegal.

Segundo Ana Gomes, compete ao Ministério Público requerer ao Tribunal Constitucional a extinção de partidos políticos qualificados como organização racista ou de ideologia fascista.

“O Tribunal Constitucional e o Ministério Público não podem continuar a eximir-se à responsabilidade que lhe está cometida.”

Assim, pede à PGR que “instrua o MP a desencadear um processo de reapreciação da legalidade do Partido Chega pelo TC e de consideração da eventual extinção judicial desse partido”.

Além das afirmações dos vários dirigentes do partido, pede que se verifique a origem do financiamento do Chega e “as agressões, ameaças e incitamentos à violência que o referido partido, seus dirigentes e diversos militantes vêm desencadeando contra jornalistas e ativistas políticos, incluindo a signatária”.

Assegura ainda que vai fazer chegar uma participação junto da presidente da Comissão Europeia, do presidente do Parlamento Europeu, do diretor da Agência dos Direitos Fundamentais da União Europeia, ao secretário-geral do Conselho da Europa, ao secretário-geral da ONU e aos diretores da Europol e do Eurojust.


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Luís Mártires
    05 fev, 2021 Lisboa 08:41
    Ana Gomes, aprenda, chore e aceite que dói menos.😂 https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=4018503991497322
  • cardoso ferreira
    04 fev, 2021 BRAGA 18:26
    TODOS TEM O MESMO DIREITO, SOL SAI PARA TODOS , DESCULPE A MUITOS A PREJUDICAR O NOSSO PAIS
  • Joaquim
    04 fev, 2021 Porto 15:21
    Exemplar ,Ana Gomes isso demonstra que apesar de ficar em 2 lugar ,continua a defender o 25 de abril viva a liberdade ,está mulher Lusa não quer tacho nem panelinhas .
  • Justino Vicente
    04 fev, 2021 Fátima 14:20
    Que Democracia defende está mulher....?
  • lv
    04 fev, 2021 Loures 14:05
    O MP e o TC conseguem ultrapassar o Chega pela direita, tudo em perfeita sintonia!
  • Observador
    04 fev, 2021 Portugal 13:48
    O Establishment Político, os partidos do Regime do politicamente correto, não sabem como deter o Chega! que com meio-milhão de votos dos descontentes, ameaça eleger entre 19 a 22 deputados em Legislativas. Assim agarram no primeiro "lose cannon" que tiverem para tentar afastar o Chega! de outra maneira. Se resultar ótimo, é "dividir esse meio-milhão de votos entre nós". Se não resultar, "isso foi a Ana Gomes, não temos nada a ver com isso". E é assim que se fazem as coisas. Procurar saber de onde vem esse descontentamento, e resolver os problemas das pessoas é que não.
  • Manuel Pinto
    04 fev, 2021 Paredes 13:11
    Para quem considera um partido como o extinto MRPP um partido democrático a Ana Gomes até que não se sai nada mal com a teoria Leninista ....Acusa antes que seja acusada de extremista como todos nós nos lembramos da doutrina desse tal partido «democrático» afirmado pela dita ....! Bom lá terei de votar novamente no partido CHEGA ou André Ventura se for o caso ...! * manPinto
  • Cidadao
    04 fev, 2021 Lisboa 12:34
    Esta iniciativa da Gomes, parece ser outro tiro nos pés. Parece que vale tudo para continuar nas capas de jornais a tentar mostrar-se o mais incómoda possível, em busca do melhor tacho que houver disponível. Até acredito que para muito boa gente, PS e não só, fosse melhor que o Chega! agora que tem 500 000 votos e capitaliza o descontentamento de muita gente, fosse ilegalizado, e deixasse de poder constar dos boletins de votos. Mas acho que têm de arranjar um pretexto melhor para se livrarem do descontentamento das pessoas e se reapropriarem desses votos.
  • Ivo Pestana
    04 fev, 2021 RAM 12:11
    Além de não dar nada, o Chega ganha pontos com estas atitudes tontas. O Chega só pode ser combacom boas políticas dos outros partidos. É contraproducente, Dra Ana.
  • António Figueira
    04 fev, 2021 Lisboa 11:37
    Esta Senhora devia ter vergonha da sua interpretação de democracia. Grande fascista, vá ver o significado ao dicionário sua ignorante!

Destaques V+