Tempo
|
A+ / A-

INE

PIB nacional regista queda de 7,6% em 2020

02 fev, 2021 - 09:34 • Redação com Lusa

Valor, que reflecte os efeitos adversos da pandemia, está abaixo do previsto pelo Governo que apontava para uma quebra de 8,5% do PIB.

A+ / A-

A estimativa rápida publicada, esta terça-feira, pelo Instituto Nacional de Estatística revela que o produto interno bruto de Portugal sofreu em 2020 uma quebra de 7,6%, após uma contração de 5,9% no quarto trimestre.

No conjunto do ano, o "PIB registou uma contração de 7,6% em volume (crescimento de 2,2% em 2019), a mais intensa da atual série de contas nacionais, refletindo os efeitos marcadamente adversos da pandemia Covid-19 na atividade económica".

A procura interna apresentou um expressivo contributo negativo para a variação anual do PIB, após ter sido positivo em 2019, devido, sobretudo, à contração do consumo privado.

O contributo da procura externa líquida foi mais negativo em 2020, verificando-se reduções intensas das exportações e importações de bens e de serviços, com destaque particular para a diminuição sem precedente das exportações de turismo.

O Governo apontava para uma contração económica de 8,5%, ao passo que a Comissão Europeia e o Conselho das Finanças Públicas esperavam uma queda de 9,3% do PIB, estando o Fundo Monetário Internacional mais pessimista (-10,0%).

Mais otimistas estavam o Banco de Portugal (BdP) e a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), que apontaram para uma queda do PIB de 8,1% e 8,4%, respetivamente.


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+