Tempo
|
A+ / A-

Precisa de falar? Há um "Ponto de Escuta" dos jesuítas à sua espera

27 jan, 2021 - 11:34 • Olímpia Mairos

O serviço é gratuito, confidencial e acontece à distância.

A+ / A-

Veja também:


A companhia de Jesus lançou um novo serviço denominado “Ponto de Escuta” para ajudar as pessoas a viverem melhor em emergência e a não se deixarem abater por este tempo de confinamento.

O “Ponto de Escuta” é um espaço de escuta para pessoas que se sintam sozinhas, desorientadas, desanimadas e a precisar de ser ouvidas. É um serviço gratuito, confidencial, prestado por voluntários e acontece à distância.

“Se precisar de conversar com alguém, basta enviar o seu pedido ao Ponto SJ, através de formulário próprio para o efeito, e será contactado o mais depressa possível”, indica o portal dos jesuítas.

A iniciativa surge da consciência de que este tempo de pandemia está a causar muito sofrimento e angústia aos portugueses, sendo de esperar um agravamento deste mal-estar com o período de confinamento.

O novo serviço à comunidade procura ser a “expressão do cuidado que devemos uns aos outros” e visa uma resposta “mais humana, cristã e madura”, através da escuta e acompanhamento, de modo a “ajudar e a cuidar dos que estão mais fragilizados”, indicam os jesuítas.

Em jeito de apelo ao cumprimento das regras sanitárias, a Companhia de Jesus recorda que “neste momento, estar juntos é estar em casa”, assinalando que “é essa a maior expressão do nosso cuidado uns com os outros, sem deixarmos de estar atentos a quem possa estar mais só e desanimado”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+