Tempo
|
A+ / A-

Caesar DePaço

Wikipédia pressionada a “limpar currículo” de empresário apoiante do Chega

26 jan, 2021 - 07:00 • Fábio Monteiro

Perfil de Caeser DePaço na enciclopédia digital está no centro de uma disputa. Advogados querem retirar da biografia do empresário referência a contumácia de 1989, administradores da Wikipédia queixam-se de ameaças. Se a contenda com a Wikipédia “não chegar a bom termo”, o empresário irá reagir “judicialmente”, diz o advogado Rui Barreira à Renascença.

A+ / A-

Caesar DePaço, ex-cônsul de Portugal em Palm Beach, na Flórida, empresário que fez fortuna nos Estados Unidos da América e que é apoiante do Chega, quer o seu currículo na Wikipédia livre de referências à extrema-direita e da acusação por roubo qualificado datada de 1989, revelada pela investigação “A Grande Ilusão” da SIC.

Após a emissão do segundo capítulo da reportagem televisiva, a 11 de janeiro, começou uma batalha digital na Wikipédia, sabe a Renascença. De um lado da barricada estão os representantes legais do empresário, do outro administradores da enciclopédia digital.

Logo no dia seguinte à reportagem ser emitida, alguns dos factos referentes ao percurso de Caesar DePaço – em particular, um caso criminal – revelados pela investigação foram acrescentados no seu perfil na Wikipédia.

“Um advogado de Caesar DePaço começou a retirar informação do artigo, a dia 14, e começou com ameaças que foram aumentando de tom”, conta um editor da Wikipédia à Renascença, que por receio de represálias pediu para não ser identificado.

Segundo investigação da SIC, em 1989, Caesar DePaço foi acusado de roubo qualificado com fuga por uma namorada; chamado a tribunal, nunca compareceu. A 26 de abril de 1994, o empresário foi declarado contumaz (réu ausente na audiência de julgamento), ficando impedido de obter qualquer documento português, situação que se manteve até 2002.

Há duas semanas, Rui Barreira, um dos advogados de Caeser DePaço, enviou uma mensagem a um administrador Wikipédia a exigir que a informação acrescentada, tendo por base a reportagem televisiva, fosse retirada, ameaçando que se isso não acontecesse iria avançar com um processo judicial.

“Enquanto advogado do dr. Caesar DePaço, venho solicitar-lhe que retire as referências a partidos de extrema direita e a supostas situações de crime do dr. Caesar DePaço que são falsos. (…) O dr. Caesar DePaço é pessoa honesta e de bem. Pelo que as referências que faz são falsas e merecerão tratamento criminal se não forem eliminadas no prazo de 2 horas”, escreveu.

Mais tarde, após ter sido bloqueado de editar a biografia de Caesar DePaço , Rui Barreira enviou um e-mail para a lista da administração da Wikipédia a queixar-se que “pessoas, com intuitos políticos, pretendem continuar a acrescentar insinuações e conspirações na página do meu cliente, dr. Caesar DePaço, motivo pelo qual já solicitou a anulação das suas páginas na Wikipédia.”

Por regra, qualquer pessoa pode registar-se na Wikipédia e contribuir para a edição da enciclopédia digital. Esta atividade, em todo o caso, é monitorizada por editores da plataforma que têm níveis diferentes de privilégios – que variam consoante o trabalho desenvolvido, ao longo do tempo, na enciclopédia.

Os editores verificam as alterações para o caso de estarem a ser acrescentadas informações falsas ou sem referências (leia-se: links de notícias, livros, documentários, por exemplo), mas também alguém que queira apagar “de forma indiscriminada e sem razão aparente” blocos de texto, explica um membro da plataforma à Renascença.

Neste momento, por decisão de uma administradora da Wikipédia, as alterações ao perfil de Ceaser DePaço estão bloqueadas para todos os “novos editores”. Mas “o perfil não está efetivamente bloqueado, há muitas contas que podem editar. Só que são contas com privilégios”, nota.

Segundo o mesmo responsável, o bloqueio da conta de Rui Barreira ocorreu devido “ao vandalismo e ameaças legais”.

Um golpe político?

Ouvido pela Renascença, Rui Barreira reitera que Caeser DePaço “nunca na vida roubou o quer que seja” e que está a ser usado para “atacar um terceiro”, André Ventura, o deputado único do Chega. O advogado estranha, ainda, que “não se refira a sua presença no aniversário de Marcelo Rebelo de Sousa” e a sua proximidade também com dirigentes socialistas.

Rui Barreira diz também que Ceaser DePaço “não é financiador do Chega”, apesar de o empresário já ter aparecido ao lado de André Ventura e, segundo a SIC, ter feito um donativo de 10.480.50 euros, o limite legal, ao partido.

Numa mensagem publicada em abril do ano passado, no Twitter do Chega, o nome de Ceaser DePaço é referido nos agradecimentos de uma iniciativa do partido. “Hoje foi dia de fazer a entrega de vários equipamentos aos Bombeiros de Carnaxide, generosamente doados pelo Sr. Cônsul Caesar DePaço, juntamente com o seu representante em Portugal, José Lourenço, e o Vice-Presidente do partido, Diogo Pacheco de Amorim. Um muito obrigado a todos os que nos continuam a permitir que ajudemos os nossos heróis”, lê-se.

Segundo Rui Barreira, se a contenda com a Wikipédia “não chegar a bom termo” e a enciclopédia digital não deixar “apenas a página do César de Paço [como também é conhecido] apenas com informações verdadeiras”, irá reagir “judicialmente” sobre a Fundação Wikimédia, localizada em São Francisco, nos Estados Unidos - a única entidade que têm responsabilidade legal sobre a plataforma.

O advogado põe mesmo em causa a existência da contumácia, já que o empresário “tirou documentos novos” e trabalhou para o Estado português em Macau.

“Macau era território português. Em estado de contumácia, não é possível o Estado português passar determinados documentos. Portanto, nós colocamos em causa que tenha havido aquela contumácia”, afirma. (O advogado cedeu à Renascença uma fotografia de um cartão Caeser DePaço em Macau, tal como fotografias do empresário ao lado Marcelo Rebelo de Sousa.)

Acontece que o aviso de contumácia está publicado em Diário da República e disponível para quem quiser consultar.

Passadas duas semanas da emissão da reportagem da SIC, questionado se já havia se deslocado à Torre do Tombo, em Lisboa, para consultar o processo, Rui Barreira revelou que ainda não tinha feito essa diligência. Porquê? Por causa da pandemia. “Eu tenho intenção de ir ver esse processo, tenho. Infelizmente, tendo em conta a situação que atravessamos neste momento, tem que ser feito por marcação, terá que obedecer a uma série de coisas”, diz.

Perfil com data de validade

Muito em breve, o perfil de Ceaser DePaço na Wikipédia pode desaparecer. “Este artigo foi proposto para eliminação por consenso. Você é encorajado a melhorá-lo(a), mas não remova este aviso, o que seria considerado vandalismo”, informa a plataforma no cabeçalho da página do empresário.

Dentro da Wikipédia, está a ser debatido se Ceaser DePaço “tem notoriedade” para ter um perfil.

De acordo com os registos da Wikipédia, o perfil Caesar DePaço na enciclopédia digital foi criado a 4 de dezembro 2019 por Cristiano Tomás. Este editor da plataforma é filho de Hélder Fragueiro Antunes, CEO da multinacional norte-americana Global Data Sentinel, amigo de infância e parceiro de negócios de Caesar DePaço, também já referido como simpatizante do Chega, de acordo uma investigação publicada pela “Visão”.

Em declarações à revista, Hélder Antunes disse considerar André Ventura “um sopro de ar fresco” e adorar “as suas intervenções no Parlamento”, apesar de não o conhecer pessoalmente.

[Artigo atualizado às 11 horas, para acrescentar mais informações sobre os processos internos da Wikipédia.]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+