PRESIDENCIAIS 2021

Com segundo lugar, Ana Gomes cumpre “objetivo patriótico” de travar maior “ascensão da extrema-direita”

25 jan, 2021 - 03:10 • Sofia Freitas Moreira

Ana Gomes alcançou a segunda posição nas eleições Presidenciais deste domingo, ao somar 12,97% dos votos, segundo os dados do Ministério de Administração Interna. Foi seguida por André Ventura, com 11,90%. No final da noite eleitoral, em declarações aos jornalistas no Hotel Myriad, em Lisboa, a candidata socialista assumiu ter falhado o objetivo de uma segunda volta nas presidenciais, mas diz ter cumprido o “objetivo patriótico” de impedir que a ultra direita assumisse uma posição de “possível alternativa”. A antiga eurodeputada assegurou que manterá a sua condição de militante de base do PS, e disse esperar que sejam esses militantes que ajudem a direção do partido “a refletir profundamente e a tirar consequências da sua atuação”.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.