Tempo
|
A+ / A-

Iraque

Papa lamenta duplo atentado que matou 28 pessoas em Bagdad

21 jan, 2021 - 14:46 • Aura Miguel

Dois homens fizeram-se explodir num mercado cheio de gente no centro da capital iraquiana, um dia depois de ter sido anunciado o itinerário do Papa Francisco que pretende visitar o país no início de março.

A+ / A-

A Santa Sé divulgou esta quinta-feira um comunicado no qual expressa o pesar do Papa Francisco pelo duplo atentado que matou pelo menos 28 pessoas em Bagdad, no Iraque.

“O Papa Francisco ficou profundamente triste ao saber dos ataques à bomba em Tayaran Square em Bagdad esta manhã”, lê-se no telegrama enviado esta manhã ao Presidente da República do Iraque.

A nota informa ainda que Francisco deplora “este ato insensato de brutalidade” e reza pelas vítimas que faleceram e suas famílias, pelos feridos e pelo pessoal de emergência que prestam assistência”.

No telegrama, assinado pelo Secretário de Estado do Vaticano, lê-se ainda que "confiando que todos continuarão a trabalhar para superar a violência com fraternidade, solidariedade e paz, o Papa

Francisco invoca sobre a nação e seu povo a bênção do Altíssimo”.

O atentado desta manhã no centro de Bagdad, causou mais de duas dezenas de mortos e acontece no dia seguinte à publicação pela Santa Sé dos detalhes da próxima visita do Papa ao Iraque, prevista para os dias 5 a 8 de março 2021.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Maria Fernanda Sá Pi
    21 jan, 2021 vila franca de xira 15:29
    Cristo ensinou .:Não matarás. Porém o ser humano mata como forma de se impor politicamente ,religiosamente e sendo preciso economicamente . Louvado seja o Papa a agitar pela mansidão as massas desnutridas de valores humanos .

Destaques V+