Tempo
|
A+ / A-

Vacina Covid-19

Covid-19. PM admite 70% de vacinados no fim do verão... "se não houver incidentes"

21 jan, 2021 - 22:42 • Lusa

"Há várias condições que não dependem de nós", avisa António Costa, mas, "se não houver incidentes", em todos os estados-membros da UE, e também em Portugal, 70% da população estará vacinada no fim do verão.

A+ / A-

Veja também:


O primeiro-ministro acredita que, no final do verão, Portugal terá 70% da população adulta vacinada.

O objetivo foi assumido por António Costa em conferência de imprensa, no final de uma cimeira de líderes europeus, que decorreu por videoconferência, depois de confrontado com as metas de vacinação presentes no plano da Comissão Europeia.

"As propostas da Comissão Europeia estão em linha com o nosso próprio plano de vacinação e as doses que semanalmente Portugal recebe decorrem dos contratos definidos pela própria Comissão Europeia. Portanto, os objetivos estão fixados tendo em conta as doses e o ritmo da sua distribuição", começou por declarar.

Neste quadro, segundo o primeiro-ministro, "se não houver um percalço no processo de distribuição das vacinas, que estão contratualizadas e calendarizadas, Portugal chegará ao final do verão com condições para ter 70% da população devidamente imunizada".

No entanto, António Costa quis, logo a seguir, destacar o seguinte aviso: "Há várias condições que não dependem de nós", referiu, dando como exemplos mudanças em fábricas da Pfizer ou o recente acidente de viação na autoestrada A2.

"Ninguém sabe se vamos ter outros incidentes. Se não houver incidentes, com o calendário definido e contratualizado entre a Comissão Europeia e as diferentes empresas, assim como com o calendário de distribuição estabelecido para os diferentes países, isso permitirá que em todos, e também é Portugal, 70% da população esteja devidamente vacinada e imunizada", frisou.

Em relação ao plano de vacinação nacional, o primeiro-ministro disse que, até hoje, já foram administrados um total superior a 202 vacinas e reiterou que Portugal "continua preparado para assegurar a vacinação ao ritmo previsto, designadamente com vacinação de todos os utentes e colaboradores dos lares - uma operação que se espera concluída no final da próxima semana".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+