Tempo
|
A+ / A-

Explosão em prédio em Madrid faz pelo menos quatro mortos

20 jan, 2021 - 14:44 • Redação

Unidades caninas buscam sobreviventes nos escombros após a explosão na sequência de uma fuga de gás numa residência onde técnicos estavam a reparar uma caldeira.

A+ / A-
Quarta morte confirmada em explosão de um prédio em Madrid
Quarta morte confirmada em explosão de um prédio em Madrid

Pelo menos quatro pessoas morreram e mais de uma dezena ficaram feridas numa potente explosão que, na quarta-feira, destruiu um edifício no centro de Madrid.

A quarta morte de um padre foi confirmada esta quinta-feira de manhã.

Há ainda pelo menos um desaparecido, um operário do sistema de aquecimento de edifícios, adiantou o delegado do Governo central para a região de Madrid, José Manuel Franco, em declarações à televisão nacional espanhola (TVE).

Segundo a Reuters, entre as vítimas estão uma mulher de 85 anos, um cidadão búlgaro de 47 e um eletricista espanhol de 35 anos. As equipas médicas estão no local a socorrer as vítimas no edifício que pertence à Igreja Católica e onde, à hora da explosão, técnicos estavam a reparar uma caldeira, adianta o "El Mundo". Unidades caninas estão a apoiar nas buscas por sobreviventes nos escombros.

Ainda se desconhecem as causas do incidente. No entanto, o alcaide local, José Luis Martínez Almeida, fez uma “avaliação preliminar com todas as precauções” da área da explosão e indicou que as causas apontam para uma explosão de gás, que aconteceu na parte superior do prédio.

A poderosa explosão destruiu os quatro andares superiores do edifício, localizado na 98 Calle de Toledo, no bairro La Latina, muito perto da Puerta de Toledo e ao lado da igreja Virgem Paloma e da escola.

O mesmo alcaide afirmou ainda que neste momento, o prédio "está a arder por dentro, e não é prudente os bombeiros intervirem", informou Almedia.

"Se houvesse a tentativa de apagá-lo, poderia afetar seriamente a estabilidade do edifício", disse o autarca de Madrid que não descarta que um colapso controlado possa ocorrer posteriormente.

Nas imediações há um lar de terceira idade, onde não há feridos, segundo um porta-voz da instituição.

Segundo o "El País", nove equipas do Corpo de Bombeiros de Madrid e 11 unidades de Samur viajaram para o local, que está isolado pelas autoridades. A Polícia apelou aos cidadãos para que não se aproximassem da zona, no coração da capital.

“Estávamos a 400 metros de distância e ouvi a explosão. Todos os moradores foram evacuados, pelo que sabemos não há feridos ”, disse Juan Miguel Estepa, trabalhador do lar de idosos, citado pelo El País.

[atualizado dia 21 de janeiro, às 09h00, com confirmação da quarta vítima mortal]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+