Tempo
|
A+ / A-

Saiba onde encontrar os combustíveis mais baratos para andar de carro e aquecer a casa

21 jan, 2021 - 11:08 • Redação

Os preços da gasolina, do gasóleo e dos gás butano, e em que locais fica mais barato comprá-los.

A+ / A-

Os hipermercados mantêm as ofertas mais competitivas nos combustíveis rodoviários, seguidos pelos operadores do segmento low cost. Estas são as conclusões do Boletim dos Combustíveis e Gases de Petróleo Liquefeito (GPL), relativo ao mês de dezembro de 2020, que é feito pela ERSE – Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos.

Na gasolina , os hipermercados continuam a apresentar as ofertas mais competitivas: 2,6% abaixo dos operadores do segmento low cost e 8,7% inferiores aos dos postos de abastecimento que operam sob a insígnia de uma companhia petrolífera, representando uma poupança de 13 cent/l.

O gasóleo simples aumentou (+3,6%), em dezembro, face a novembro. Embora seja o quarto aumento em 2020, o PVP médio nacional permanece 8,3% mais barato do que em fevereiro. Os hipermercados continuam a ser os operadores com preços mais competitivos, apresentando preços médios cerca de 11 cent/l abaixo do PVP médio nacional. Os operadores com ofertas low cost disponibilizaram gasóleo simples a um preço médio de 1,215 €/l, o que representa um adicional de 3,1% face ao preço dos hipermercados. As companhias petrolíferas de bandeira reportaram preços de 1,311€/l, cerca de 2,5 cêntimos por litro acima do preço médio nacional.

Relativamente às regiões, Braga e Santarém registaram os preços de gasóleo e gasolina mais baixos. No pólo oposto, Bragança e Beja, genericamente, são os distritos os mais caros. No mês de dezembro, o PVP médio da gasolina simples 95 aumentou (+1,8%) face a novembro. Embora seja o quarto aumento sucedido em 2020, o PVP permanece 6,7% mais barato face ao valor registado em fevereiro.

Se analisarmos o preço de aquecer a casa, Viana do Castelo e Vila Real registaram, em Portugal Continental, a garrafa de GPL (butano e propano) com o menor custo.

Por outro lado, Setúbal, Beja e Faro, apresentam os preços mais elevados.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+