Tempo
|
A+ / A-

Covid-19: Torres Vedras vai pedir encerramento das escolas ao Ministério da Educação

19 jan, 2021 - 17:19 • Lusa

Sem divulgar dados do número de infetados nas escolas do concelho, o autarca adianta que estão em isolamento 49 das 503 turmas existentes no município.

A+ / A-

Veja também:


A Câmara de Torres Vedras vai pedir ao Ministério da Educação o encerramento das escolas do terceiro ciclo e ensino secundário do concelho devido à evolução da pandemia de covid-19, disse esta terça-feira o presidente da autarquia.

“Estamos a trabalhar com os agrupamentos e com o delegado de saúde no sentido de termos uma justificação técnico-científica para o encerramento das escolas do 7.º ao 12.º ano para submeter a proposta ao Ministério da Educação”, afirmou Carlos Bernardes aos jornalistas, à margem de uma visita do secretário de Estado da Saúde à unidade de Torres Vedras do Centro Hospitalar do Oeste.

Apesar de não divulgar dados do número de infetados nas escolas do concelho, o autarca adiantou que estão em isolamento 49 das 503 turmas existentes no município.

“Cada vez mais há contágios na comunidade jovem e temos de superar a dificuldade, o que passa pelo encerramento das escolas destes níveis de ensino”, defendeu.

Desde o início da pandemia, Torres Vedras, no distrito de Lisboa, contabiliza 3.410 casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus, dos quais 1.020 estão ativos, 2.339 recuperaram e 51 morreram, segundo o último boletim epidemiológico do município.

O primeiro-ministro, António Costa, admitiu esta terça-feira vir a fechar as escolas em Portugal "se a estirpe inglesa da Covid-19 for predominante" no país. O anúncio foi feito no Parlamento onde decorre um debate sobre política geral.

Segundo António Costa, neste momento, há 13 surtos ativos em escolas públicas e que há 39 mil alunos em isolamento.

Já o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou esta terça-feira que o encerramento das escolas vai ser “ponderado” na reunião da próxima semana com especialistas, no Infarmed.

As escolas secundárias nos concelhos de risco extremamente elevado vão ser alvo de uma campanha, recorrendo a testes rápidos. A campanha arranca esta quarta-feira, 20 de janeiro, e vai abranger estabelecimentos de ensino públicos e privados.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.041.289 mortos resultantes de mais de 95,4 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 9.246 pessoas dos 566.958 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+