Tempo
|
A+ / A-

Confinamento geral

Das vendas ao postigo aos horários. Governo aprova novas restrições para restauração, comércio e supermercados

18 jan, 2021 - 18:14 • Redação

António Costa anuncia limitação de horários e proibição de venda entrega ao postigo de qualquer tipo de bebida nos estabelecimentos alimentares autorizados a praticar take-away.

A+ / A-

Veja também:


O primeiro-ministro, António Costa, anunciou esta segunda-feira novas restrições para o comércio e restauração, que envolvem alterações de horários e proibição de vendas ao postigo.

São várias as novas medidas aprovadas em Conselho de Ministros extraordinário para a atual fase de confinamento geral.

As vendas ao postigo passam a estar proibidas no comércio, os cafés não podem vender bebidas ao postigo e todos os estabelecimentos têm que encerrar às 20h00 nos dias úteis e às 13h00 aos fins de semana. Ao sábado e domingo, a exceção são mercearias e supermercados.

Lista de novas restrições para comércio, supermercados e restauração

  • Proibida venda ou entrega ao postigo em qualquer estabelecimento ramo não alimentar, como por exemplo lojas vestuário;
  • Proibida venda ao postigo de qualquer tipo de bebida, mesmo que cafés, nos estabelecimentos alimentares autorizados a praticar take-away
  • Proibida permanência e consumo de bens alimentares à porta ou na via pública, nas imediações do estabelecimento do ramo alimentar;
  • Encerrados todos os espaços restauração em centros comerciais, mesmo para em regime de take-away;
  • Proibidas todas as campanhas de saldo, promoções e liquidações que promovam a deslocação e concentração de pessoas;
  • Todos os estabelecimentos de qualquer natureza devem encerrar às 20h00 nos dias úteis e às 13h00 aos fins de semana, com exceção do retalho alimentar, que aos fim de semana poderá prolongar atividade até às 17h00;
Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+