Tempo
|
A+ / A-

Pandemia de Covid-19

Após noite "caótica", hospital de Torres Vedras cria nova enfermaria com 21 camas

16 jan, 2021 - 11:48 • Maria João Costa com redação

Atualmente o Centro Hospitalar do Oeste dispõe de uma capacidade total de 103 camas de internamento para doentes covid. A unidade teve ontem uma noite caótica.

A+ / A-

Veja também:


O Hospital de Torres Vedras garante à Renascença que a situação nas urgência é agora mais calma, depois de na noite de sexta-feira ter sido denunciado que várias ambulâncias tiveram de esperar muito tempo para ter acesso àquela unidade hospitalar.

Já este sábado, em comunicado, aquele centro hospitalar, anunciou que "por forma a reforçar a capacidade de resposta", foi ainda ontem criada uma nova enfermaria destinada a doentes covid, com lotação para 21 camas.

Na mesma missiva, o Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Oeste confirma que na sequência da elevada afluência de doentes à Área Dedicada para Doentes Respiratórios (ADR-SU) da Unidade de Torres Vedras nos últimos dias, "verificaram-se constrangimentos no tempo de espera para atendimento". "Atualmente, não existem ambulâncias em espera no exterior desta Unidade Hospitalar", evidencia.

Na última noite dezenas de ambulâncias fizeram filas á porta da urgência de Covid-19. Fonte dos bombeiros indicou à Renascença que grande parte dos doentes eram de lares de idosos.

Já este sábado, soube-se que no Lar Nossa Senhora do Carmo, na Ordasqueira, concelho de Torres Vedras subiu para 96 o número de infetados, ou seja todos os 70 utentes do lar e a maioria dos 37 funcionários estão positivos.

A administração do Hospital da região Oeste prevê ainda hoje fazer um comunicado.

Na sequência dos constrangimentos sentidos, o hospital diz que transferiu doentes para outros Hospitais, no âmbito da habitual articulação e complementaridade entre Instituições do SNS.

O Hospital de Torres Vedras abrange, também, os concelhos da Lourinhã, Cadaval e Mafra. Atualmente, dispõe de uma capacidade total de 103 camas de internamento para doentes covid, na Unidade de Torres Vedras (68) e na Unidade de Caldas da Rainha (35).

Por fim, a administração do hospital anuncia que a unidade de internamento no Hospital de Peniche destinada a doentes não Covid-19, com capacidade para 21 camas, "entrará em funcionamento a breve trecho".

A situação de falta de meios tem sido recorrente e o cenário de concentração de veículos de transporte de doentes mantém-se há vários dias, com doentes a aguardar várias horas dentro das viaturas, à espera de uma vaga.

[notícia atualizada às 14h06]

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+