Tempo
|
A+ / A-

Sporting

Associação de Treinadores preferia Rúben Amorim fora da área técnica

14 jan, 2021 - 12:20 • Luís Aresta

"Quem anda a tirar a carta de condução, não está apto para conduzir". O treinador do Sporting está inscrito no curso de grau IV UEFA-Pro e pode agora dar indicações durante os jogos. A ANTF discorda e acredita que a Liga de Clube será forçada a rever a norma que abre esta exceção.

A+ / A-

"Quem anda a tirar a carta de condução, não está apto para conduzir". É com esta analogia que José Pereira, presidente da Associação Nacional de Treinadores de Futebol (ANTF), manifesta a sua discordância com o facto de Rúben Amorim, e outros candidatos a treinador de nível IV, poderem exercer as funções de treinador principal.

A ANTF discorda da norma aprovada há já algum tempo pela Liga de Clubes, mas não tem como a contrariar, pelo que Rúben Amorim, que já está inscrito no nível máximo, poderá passar a assumir funções de treinador principal em pleno.

“Rúben Amorim está nas condições em que estão ou já estiveram outros treinadores”, diz a Bola Branca, José Pereira, numa alusão a casos como os de César Peixoto, ex-treinador do Moreirense, Mário Silva, ex-Rio Ave, ou mesmo do atual técnico dos vila-condenses, Pedro Cunha.

O presidente da ANTF esclarece que Rúben Amorim “estando inscrito como formando de ‘grau IV – UEFA-Pro’, pode durante seis meses desempenhar as funções, porque é isso que prevê o regulamento de competições da própria Liga”.

Segundo José Pereira, a Federação Portuguesa de Futebol informou a associação de treinadores de que “Rúben Amorim está inscrito no curso UEFA-Pro e, nessa circunstância, está de acordo com o regulamento de competições, embora nós (ANTF) e algumas entidades não concordemos com isso”.

O presidente da associação que representa os treinadores de futebol refere-se ao Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ), em que deposita esperanças para a situação atual possa ser revertida.

“Essa situação está a ser resolvida pelo IPDJ junto da Liga e penso que, no futuro, essa alínea vai ser eliminada”. Enquanto tal não acontecer, resta à ANTF 'engolir o sapo' porque, conclui José Pereira, "a situação de Rúben Amorim está de acordo com o instituído", restando à associação de treinadores respeitar a “obrigatoriedade de homologar o contrato, situação que está em andamento”, termina.

Rúben Amorim deverá estar inscrito na ficha de jogo como treinador principal nesta sexta-feira, quando o Sporting receber o Rio Ave, em Alvalade, às 18h30. Em termos práticos, Amorim poderá agora dar indicações à sua equipa e estar de pé na área técnica, função que cabia antes a Emanuel Ferro. No final do jogo, Amorim poderá agora também prestar declarações à operadora que detém os direitos televisivos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.