Tempo
|
A+ / A-

FC Porto

Sérgio Conceição e o clássico. "Se amanhã não ganharmos, temos pistolas e fisgas apontadas"

14 jan, 2021 - 12:28 • Redação

Treinador do FC Porto admite importância do clássico na luta pelo título e reconhece desgate na equipa superior do que no Benfica.

A+ / A-

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, diz que o jogo contra o Benfica, na sexta-feira, será uma oportunidade para avaliar o bom momento e o crescimento da sua equipa. Em conferência de imprensa, o técnico diz que a série de jogos sem perder de nada vale sem uma vitória no clássico.

"O melhor momento e a margem de crescimento vamos ver amanhã. Se perdermos deixa de ser um bom momento e não conta para nada. Se não ganharmos amanhã, temos pistolas e fisgas apontadas. Faz parte do futebol, é como na vida, são resultados", afirma.

O técnico explica a importância do jogo por ser contra um rival ao título e porque considera que não podem perder mais pontos para o líder Sporting.

"No campeonato não podemos perder mais pontos, porque já perdemos vários para o primeiro. Se perdermos mais, fica difícil o primeiro objetivo. Não é por amanhã ser o Benfica que falo que é uma final, já falo há alguns meses. É um clássico, um jogo importante. Podemos ganhar três pontos e tirar três ao adversário", explica.

Sérgio espera um jogo "muito competitivo, difícil para as três equipas e muito intenso", em que os jogadores estão cientes da responsabilidade. "Treinadores e jogadores, por si só, percebem a importância destes jogos".

Passado é irrelevante, desgaste é importante

Em caso de vitória, o FC Porto vence o Benfica cinco vezes seguidas pela primeira vez na história, mas Sérgio desvaloriza totalmente os jogos anteriores contra as águias.

"Os jogos para trás não contam nada, zero. A história do jogo de amanhã vamos escrevê-la nós e o Benfica. Depende só do que fizermos, não depende do que fizemos no passado. Isso não é assunto, a preparação é o que o Benfica pode fazer, o que fizemos bem ou menos bem contra eles, o que mudou durante o jogo. Como podem ser diferentes amanhã, quem pode jogar. IOsto é que é apaixonante, com que cara é que chego à beira dos jogadores e digo que fizemos isto, vão para lá e façam o mesmo?", questionou.

O FC Porto chega ao clássico depois de um jogo na Madeira com 120 minutos, na eliminatória dos oitavos de final contra o Nacional. Sérgio admite cansaço extra e recorda que Benfica poupou praticamente tudo no jogo contra o Estrela da Amadora.

"O desgaste é um facto. Tivemos uma viagem, jogamos 120 minutos e chegamos às três da manhã, mas não podemos não ir a jogo por isso. É o que é. Eles estão há sete dias sem competir e é natural que haja diferença. Mas não me vão ver a usar esse facto no fim do jogo. Somos uma equipa de topo, com todos os departamentos de qualidade. Claro que preferia ter tido uma semana limpa, mas tivemos de ir atrás da passagem no prolongamento", atira.

O FC Porto-Benfica está marcado para sexta-feira, às 20h00, no Estádio do Dragão. Jogo com relato em direto na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.