Tempo
|
A+ / A-

Benfica

Jorge Jesus desvaloriza momento das equipas. "Clássico é clássico"

14 jan, 2021 - 13:56 • Redação

Treinador do Benfica diz que o FC Porto "pode estar em vantagem" devido à vitória na Supertaça, mas garante um Benfica muito melhor do que estava "há umas semanas".

A+ / A-

Jorge Jesus, treinador do Benfica, acredita que o momento de forma das equipas terá pouca influência naquilo que será o clássico contra o FC Porto, na sexta-feira, no Estádio do Dragão.

Em conferência de imprensa, o técnico quer que a sua equipa esteja bem organizada para poder conquistar os três pontos em casa de um rival pelo título, mas admite que os dragões podem ter vantagem depois da vitória na Supertaça.

"Pela supertaça sim, mas o Benfica tem quase tantos jogos seguidos a vencer como eles. Mas um clássico é um clássico e não tem a ver com o momento das equipas, tudo muda. O que é importante é que o Benfica faça um bom jogo e saia do Dragão com uma vitória", perspetiva.

Sérgio Conceição admitiu que o FC Porto estaria mais cansado do que o Benfica, pois rodou menos no jogo da Taça contra o Nacional, mas Jesus explica que os clubes estão em pé de igualdade na preparação.

"Não tivemos muito tempo para preparar o jogo e as equipas estão em pé de igualdade. Demos importância a recuperar a equipa, sem poder preparar a equipa numa intisidade que gostaria. Estamos preparados para um adversário que é forte no Dragão. Queremos ter boa organização, qualidade de jogo e tentar disputar todos os momentos de jogo", atira.

O técnico recusa já fazer contas caso perca o clássico e fique com mais desvantagem para o primeiro lugar, até porque recorda que o Benfica pode ganhar e o Sporting perder.

"Benfica e Porto têm os mesmos pontos, mas já estão a fazer essas contas com uma vitória do Sporting. É melhor estar a três do que a seis, mas é tudo recuperável. Só posso falar do jogo, é um 'se' e eu não sei responder, podia perguntar-me de forma oposta, porque podemos ganhar e o Sporting perder", recorda.

André Almeida é a única ausência no Benfica, que já não tem qualquer jogador infetado por covid-19. Jesus garante que a sua equipa está "muito mais forte" do que há umas semanas.

"Nos treinos não temos muito tempo para ver, adaptar e interagir com a equipa no sentido de pôr nos jogos uma ideia de equipa. Nestes últimos jogos, a equipa vai dando demonstração de alguma recuperação, pelo facto de ter mais opções. Para amanhã só temos o André Almeida lesionado. Tenho mais opções para amanhã e acho que a equipa está muito melhor do que há umas semanas", afirmou.

Ausência de Otávio não é tema

Otávio está em dúvida no FC Porto por ter testado inconclusivo à covid-19, mas Jesus diz que a sua presença ou ausência em nada muda a preparação.

"Não muda nada na minha estratégia. Se tem alguma influência no jogo, pode ser no Porto, porque tem a ver com a dinâmica e os posicionamentos dele, mas no Benfica não muda nada", explica.

Nesse sentido, Jesus admite que não há muito que possa surpreender na escolha das equipas dos dois lados: "O onze não foge muito daquilo que posso pensar sobre a forma como o Porto se pode apresentar amanhã no Dragão. Num dia, com o problema da covid, muita coisa muda. Não há muito para enganar entre os dois treinadores."

O FC Porto-Benfica está marcado para sexta-feira, às 20h00, no Estádio do Dragão. Jogo com relato em direto na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.