Tempo
|
A+ / A-

​Tem o cartão do cidadão caducado? Saiba como votar nas presidenciais

13 jan, 2021 - 16:58 • Maria João Costa

Se estiver à espera para renovar o cartão do cidadão, ou já fez o novo mais ainda não o pode levantar, saiba que alternativas tem para poder ir votar nas eleições presidenciais de 24 de janeiro.

A+ / A-

São muitos os portugueses que estão à espera de ter o cartão do cidadão renovado, alguns deles já fora de prazo devido às restrições impostas pela pandemia que têm atrasado os processos de renovação. A poucos dias das eleições presidências, a Renascença foi perceber como poderá votar um cidadão cujo cartão de identificação esteja expirado.

Contactada pela Renascença, a Comissão Nacional de Eleições (CNE) começa por lembrar que o Governo tem vindo nos últimos meses a prolongar o prazo dos documentos expirados.

Da última vez que o fez, em conselho de ministro, o executivo considerou uma prorrogação até 31 de março de 2021. Ou seja, podem ser considerados válidos até essa data documentos que estejam expirados como o cartão do cidadão ou cartas de condução.

No final de setembro, devido aos atrasos nas conservatórias, o executivo tinha optado por enviar os cartões de cidadão também através dos correios. Na altura, reconhecia o Governo havia cerca de 350 mil documentos por entregar.


Mas que outras alternativas tem um cidadão se não tiver o cartão do cidadão e quiser ir votar a 24 de janeiro? A Lei Eleitoral prevê, lembra a Comissão Nacional de Eleições, que possa ser usado na ida às urnas qualquer outro documento, desde que o mesmo possua uma fotografia atualizada. Exemplos disso podem ser o passaporte ou a carta de condução.

Segundo a Lei Eleitoral, está também previsto no número dois do artigo 87.º que “na falta de documento de identificação civil” a identificação do eleitor pode ser feita “através de dois cidadãos eleitores que atestem, sob compromisso de honra a sua identidade”.

No mesmo artigo e número sobre o modo como vota cada eleitor é admitida também outra hipótese que passa pelo “reconhecimento unânime dos membros da mesa” da identidade do eleitor.

Com passaporte, cartão do cidadão expirado ou carta de condução, poderá exercer a 24 de janeiro o direito de voto para eleger o próximo Presidente da República.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.