Tempo
|
A+ / A-

Liga de Clubes

"Decisão mais sensata". Proença aplaude continuidade do futebol profissional

13 jan, 2021 - 21:17 • Redação

Presidente da Liga saúda Federação e atitude "responsável, rigorosa e previdente" de clubes e profissionais.

A+ / A-

O presidente da Liga Portugal congratulou a decisão do Governo de manter o futebol profissional em atividade durante o confinamento.

Em publicação no Facebook, esta quarta-feira, Pedro Proença afirma que "esta acaba por ser a decisão mais sensata e legítima", que define e premeia "toda uma atitude responsável, rigorosa e previdente adotada pela Liga Portugal e pelos seus clubes e profissionais".

"Foi este, de resto, e em diálogo permanente com as autoridades sanitárias e governamentais, o desígnio assumido transversalmente desde o início pelo Futebol Profissional: testar, prevenir, proteger. Tendo mantido ao longo de todo o processo um comportamento absolutamente exemplar e adotado todas as medidas para manter em segurança todos os envolvidos, faz todo o cabimento que as três competições profissionais [I e II Ligas e Taça da Liga] sejam autorizadas a prosseguir a sua atividade", escreveu.

Pedro Proença também salienta "todo o esforço desenvolvido e o trabalho absolutamente meritório e, acima de tudo, competente" da Federação Portuguesa de Futebol, que também conseguiu segurar Taça de Portugal, Campeonato de Portugal e Liga feminina.

"Os tempos são de particular apreensão e todo o país estará sujeito a exigentes sacrifícios em prol de valores mais altos: a saúde pública e o bem-estar comum. Que seja pelo melhor", deseja o presidente da Liga.

Primeiras divisões não param


O primeiro-ministro anunciou, esta quarta-feira, que as primeiras divisões de futebol e futsal não vão parar com o novo confinamento.

"A liga profissional e as ligas equiparadas às profissionais são mantidas em atividade, obviamente sem público", comunicou António Costa, na conferência de imprensa de divulgação das novas medidas restritivas de combate à pandemia do novo coronavírus.

Além das I e II Ligas de futebol masculino, continuam a decorrer Campeonato de Portugal (masculino) e a I Liga feminina, assim como as primeiras divisões masculina e feminina de futsal.

Por outro lado, as segundas divisões das competições femininas de futebol feminino e de futsal, feminino e masculino, param. Ou seja, os escalões principais não profissionais não são equiparados. A continuidade da Liga Revelação continua por esclarecer.

Diferenças para março e abril


Relativamente ao primeiro confinamento, a grande diferença é a continuidade do desporto profissional e restantes primeiras divisões, além do Campeonato de Portugal de futebol masculino.

Em março, todo o desporto parou, inclusive as ligas profissionais de futebol. Desta vez, as primeiras divisões de todas as modalidades continuam em atividade, ainda que sem público nos recintos.

Na primeira vaga da pandemia da Covid-19, na primeira metade de 2020, a I Liga de futebol masculino foi a primeira a regressar à atividade, em maio. Desde então, os adeptos só regressaram às bancadas em jogos-teste que, com o agravamento da situação epidémica em Portugal, acabaram por não ter sequência.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.