Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Costa aponta para confinamento de um mês. "Grande divergência" é sobre funcionamento das escolas

12 jan, 2021 - 14:18 • Cristina Nascimento

Chefe do Governo adiantou que, também segundo os especialistas, "nada justifica o encerramento das escolas para crianças até aos 12 anos".

A+ / A-

Veja também:


O primeiro-ministro aponta para um confinamento com a duração de um mês e com aulas presenciais para os alunos até aos 12 anos. O anúncio foi feito por António Costa no fim da reunião no Infarmed, que classificou como tendo sido "bastante viva e interessante".

O governante sublinhou o "consenso muito generalizado que, perante os números verificado e a tendência de crescimento, é essencial adotar medidas e que essas medidas tenham um horizonte de um mês e um perfil muito semelhante ao que adotamos no inciio de pandemia, em março e abril", disse Costa.

Costa disse ainda que a "grande divergência" entre os especialistas é sobre o funcionamento das escolas, sendo que o Chefe do Governo adiantou que, também todos os especialistas foram convergentes que "nada justifica o encerramento das escolas para crianças até aos 12 anos".

"A situação que vivemos aconselha a que as medidas sejam adotadas o mais rápido possível, respeitando, naturalmente, o quadro institucional", disse também, lembrando que é preciso fazer mais do que as medidas de confinamento ao fim de semana. "Temos de ir mais além", disse.

"Estamos perante uma dinâmica de fortíssimo crescimento de novos casos que é necessário travar", sublinhou o governante.

"Período de vacinação vai ser muito longo", disse ainda Costa lembrando que ainda é "essencial" manter as medidas de proteção.

Quanto ao calendário que se segue, Costa explicou que amanhã, quarta-feira, o Governo tomará as decisões finais.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Márcia Oliveira
    12 jan, 2021 Évora 22:45
    Se é um confinamento geral fechavam-se as escolas e creches, será que estas pessoas nunca tiveram filhos menores? Meu Deus que confinamento é este que vão deixar que um dos locais onde a transmissão, a meu ver é elevada, colocando em risco famílias inteiras. Se querem evitar a exposição ao vírus encerrem as escolas e creches
  • GRAÇA PEREIRA
    12 jan, 2021 PEDRAS PRETAS 17:48
    TELETRABALHO É O QUE DEVE SER FEITO PARA A SAÚDE DOS PROFESSORES E ALUNOS . ACHO QUE AS ESCOLAS, EM GERAL DEVIAM ENCERRAR.
  • Joao Rodrigues
    12 jan, 2021 Almada 17:06
    Cá está o PM Costa com medo do PCP já está todo BORRADO um VERGONHA para o PS
  • Pestana Ivo
    12 jan, 2021 Porto Santo 17:03
    O vírus mata mais depressa que a pobreza
  • Ivo Pestana
    12 jan, 2021 Funchal 16:06
    A pobreza também mata.

Destaques V+