Tempo
|
A+ / A-

Apoio aos sem-abrigo

'Monte Alentejano' de porta aberta para os sem-abrigo de Évora

07 jan, 2021 - 18:20 • Rosário Silva

Município acionou o plano de contingência para sem-abrigo por causa das temperaturas negativas previstas para os próximos dias. 20 pessoas sem abrigo vão receber roupa, comida e bebidas quentes.

A+ / A-

A partir desta quinta-feira, o Monte Alentejano, no Rossio de São Brás, volta a abrir as portas, a partir desta quinta-feira, aos sem-abrigo do concelho de Évora.

É a resposta da Câmara de Évora na sequência das previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que apontam para a continuação do tempo frio, com temperaturas negativas em especial nas regiões do Interior do território continental

O plano vai estar ativo, pelo menos, até dia 14 e prevê, para além de outras medidas, a abertura do conhecido Monte Alentejano, onde cerca de 20 sem-abrigo poderão pernoitar e tomar refeições.

Numa nota enviada à Renascença, o município indica que além da abertura deste espaço, o Plano de Contingência prevê “a saída para o terreno” de equipas de várias instituições que constituem o Núcleo de Planeamento e Intervenção Sem Abrigo (NPISA) do concelho.

Estas equipas vão ser responsáveis por “distribuir, pelas cerca de duas dezenas de sem-abrigo, roupa, comida e bebidas quentes”, assim como “aconselhamento para se deslocarem para o Monte Alentejano”.

Para o presidente, Carlos Pinto de Sá, a medida vai ficar implementada, “em princípio, até quinta-feira”, mas a sua duração pode ser antecipada ou prolongada de acordo com as previsões meteorológicas, ou seja, até “enquanto durar este tempo frio”.

O Plano de Contingência para Pessoas Sem-Abrigo – Tempo Frio de Évora é ativado, pela Proteção Civil Municipal, sempre que existe uma situação de risco, ou seja, quando as temperaturas mínimas são inferiores a um grau durante, pelo menos, dois dias.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+